Nas Entrelinhas




Quando não escrevo,
As palavras sufocam-me ferozmente,
Tanto, que preciso libertá-las a todo custo,
Soltá-las ao vento,
Para que voem livres na imensidão do ir e vir do tempo.

As palavras também precisam de carta de alforria,
Precisam de força para chegarem ao destinatário,
Tanto faz se as palavras chegam explícitas ou nas entrelinhas,
Sinceramente, isso não importa.

Até porque,
Nas entrelinhas das palavras é que as coisas mais inesquecíveis são ditas,
Nas entrelinhas dos pensamentos formam-se todas as memórias,
E nas memórias,
Minha história nas entrelinhas...


                                              


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

2 comentários:

  1. Que poema mais delicado!

    Nas entrelinhas das palavras é que as coisas mais inesquecíveis são ditas...
    Que delícia seu cantinho!!!

    Bjim, minha flor!!!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite de Reis, querida amiga Vanessa!
    Tenha um 2019 muito alegre!
    Palavras têm força e poder.
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm carinhoso e fraterno de paz e bem
    🌠🙏🌼🌻

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações