A Fogueira




Coisas inusitadas acontecem inexplicavelmente,
O inverno frio e misterioso de Junho,
Trouxe no ar gelado desta estação,
Sentimentos que aquecem meu coração,
Surpreendentemente.

A fogueira da festa de São Joao foi acesa interiormente,
Com outras palavras,
Outras formas,
Outros gestos,
E outra magia.

A alquimia que aquece lentamente meus sentimentos,
Traduz no corpo um fogo brando que queima sem arder.

Vagarosamente e ao mesmo tempo instantaneamente,
Uma fogueira de sentimentos é aquecida sem me conter...


                                                                   
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

6 comentários:

  1. Fogueira mansa e carinhosa,né?!
    Bela poesia, Vanessa"

    ABÇ
    JAN

    ResponderExcluir
  2. Que esta fogueira sempre permaneça acessa,aquecendo a todos que estão ao redor.

    ResponderExcluir
  3. A potência de uma fogueira interior energiza todo nosso ser, principalmente no inverno, estação do aconchego.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Deliciosa alquimia que transforma o fogo em tão doces sensações...ainda que não arda!...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  5. Que ela continue aceso dentro de vc sempre
    e que todas decisões que tomar venha com sabedoria
    e paz, em versos tudo é lindo parabéns mais uma vez
    Bjusss

    ResponderExcluir
  6. Olá, Vanessa! que bom que junho trouxe sensações calorosas para sua vida! Eu amo junho, é o mês do aniversário do meu amor, o que já me aquece interiormente. Espero que esse calor e luz a acompanhem o ano todo! Abraços!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações