O Casamento



Gotas de chuva escorriam pelos vidros do carro,
Parada ali,
Observava as pessoas elegantes que entravam na catedral,
Seguindo o caminho do tapete vermelho.

De longe, observava a noiva.

Desceu do carro e aproximou-se,
Precisava ver tudo de perto.

Suas lágrimas misturavam-se a chuva,
Parada ali, observava os detalhes, o vestido branco num corpo perfeito,
Bem alinhado,
Delicadamente bordado.

Os olhares acolhedores de todos os familiares.

Sentiu uma dor inexplicável ao ver os olhos emocionados do noivo,
Que anteriormente era seu noivo, só seu.

Lembrou-se do quanto ele havia chorado, 
Implorado para ela nao desistir dele.

Foi exatamente numa noite de chuva assim,
Que ela havia desmanchado seu noivado por uma aventura,
Por alguém que só a enganou e que não valeu a pena!

Arrependida,
Chorava compulsivamente,
Desconsolada,
Desorientada,
Em frente a catedral que exatamente naquele mesmo dia no ano anterior,
Seria o palco do seu casamento...

                                                      
                                                                   
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

5 comentários:

  1. Por vezes os erros pagam-se bem caro...
    Magníficas palavras, gostei.
    Bom fim de semana, amiga Vanessa.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. É triste, mas enfim, fez parte de uma escolha... espero que a moça desconsolada encontre um lindo amor em sua vida! Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Lamentável, trocar o amor por uma aventura e quantos não o fazem?

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações