Mente que a Prende





Prendia-se impiedosamente às suas convicções,
Interiormente permanecia intacta em sua jaula intocável e invisível,
Ditava regras fantasiosas ao próprio ego,
Justificava-se todo o tempo,
Tentava encontrar respostas para as perguntas mais absurdas que fazia a si mesma,
Fechava-se em seu mundo contraditório.

Seus pensamentos não a deixavam em paz,
Sua extrema inteligência não a deixava enxergar além do horizonte,
Sua mente prendia seu próprio reflexo dentro espelho.

Da janela do seu quarto avistava uma estrada, 
Estrada esta, que poderia leva-la a qualquer lugar,
E até  libertá-la de suas vontades,
Mas descartava a possibilidade mantendo-se refém dos próprios desejos, da própria coragem, e das próprias atitudes.

Preferia acomodar-se dentro do que já conhecia,
Do que lhe convinha,
Sem culpas, aprisionava-se no altar que havia construído com suas ideias,
E cumpria a risco todos os dogmas impostos por sua mente.

Mente que perturba,
Mente que desmente,
Mente
Que
A
Prende...



   Texto dedicado a minha amiga Mariana
                                                          
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

14 comentários:

  1. Depois eu peço em casamento, e ainda reclama.
    Ficou esplêndido, não esperava menos de você, que escreve com uma sutileza que devora a minha alma.
    Lindona 💜

    ResponderExcluir
  2. Só a mente do aprisionado pode libertá-lo do próprio cárcere.



    ResponderExcluir
  3. Há correntes invisiveis que nos aprisionam a mente, como se uma imensa cortina opaca nos impedisse de ver o mundo, até nos tornar insensíveis a todas as emoções...
    Gostei muito do teu texto! Bjusss

    ResponderExcluir
  4. A mente é mesmo poderosa. Do mesmo jeito que nos aprisiona pode nos libertar...

    ResponderExcluir
  5. Realmente, muitas vezes a nossa mente que nos prende.

    Beijos com saudades Vanessa!

    ResponderExcluir
  6. Lindo poema Vanessa, uma delicadeza que nos deixa sem ar.

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  7. Às vezes a mente não colabora. É preciso saber contrariar.
    bj amg

    ResponderExcluir
  8. Olá, vanessa, como vai? Interessante poema... há um livro chamado Armadilhas da Mente que trata de uma personagem muito parecida com a sua.
    Tenho medo de ficar refém dos meus pensamentos... isso já aconteceu em alguns momentos, não é bom. A mente é um mecanismo genial que carregamos, porém perigosa se nos deixamos dominar pelas mesmas e velhas ideias.
    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, não conheço esse livro, interessante, fiquei curiosa, obrigada pela dica.

      Abçs

      Excluir
  9. Vaneesa, o seu poema prendeu minha atenção até o seu final. Gostei. Parabéns.
    Um bom domingo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. A mente nos prende se deixa-mos, lindo poema Vanessa, bjs.

    ResponderExcluir
  11. Estou passando para deixar
    um carinho e matar as saudades.
    Apesar de já ter passado o dia das mães ,
    infelizmente não tive condições de visitar a todos em tempo.
    Dia das mães é todo dia porém existe um dia de homenagem
    as grandes guerreiras mesmo atrasada venho deixar meu abraço.
    Uma semana abençoada paz amor e luz.
    Se for do seu gosto deixei mimos
    na postagem escolha aquele que tocar seu coração..
    Beijos.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  12. Uauuu..enquanto lia meus pensamentos se agitaram. Pensei em tanta coisa, como brigo comigo mesma. Quantas vezes quase fui aprisionada mas consegui escapar.

    ResponderExcluir
  13. Perfeito, nos prendemos dentro da bolha que criamos com medo no novo, do desconhecido, porém esquecemos que é o novo que poderá traçar um caminho melhor.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações