Pesadelo




Um tornado  inesperado jogou-me para outra dimensão,
De repente fui transformada na personagem Dorothy do filme “O Mágico de Oz”,
Tudo está fora do lugar,
A tempestade não permite que enxergue o caminho,
Minhas coisas foram levadas para longe,
E tudo o que eu tinha foi perdido.


Filmes confundem-se com a realidade, a Dorothy que vive em mim perdeu-se definitivamente da Cidade das Esmeraldas, no final da história não acordarei desse pesadelo, pelo contrário, os pesadelos existem e fazem parte da realidade...

                                                                 
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

4 comentários:

  1. E que vontade me deu novamente de assistir o mágico de oz!
    Lindo post!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Às vezes vou à Oz também...sem voltar ;)

    ResponderExcluir
  3. Olha nunca vi palavras tão perfeitas para tudo
    que te levou a ficar assim, mas Deus existe e ele
    vai trazer de volta tudo que vc merece, em poema fica até
    mais fácil de entender, bjuss de bom final de semana
    Rita!!

    ResponderExcluir
  4. Hola Vanessa! me encantaron tus letras, una matáfora que bien puede ser realidad.
    Un fuerte abrazo.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações