Em Junho...




Mais uma vez lá estava ela com a foto da tia nãos mãos.
O mês do seu aniversário havia chegado, antes era motivo de comemoração, mas agora não fazia mais tanto sentido assim.
Junho era justamente o mesmo mês do aniversário da sua tia tão querida e amada. Mas aquela mulher que era inesquecível, agora estava em outro plano, longe demais dos olhos da sobrinha que tanto a amava.

Junho era um mês de alegria, de festa, de encantamento, a tia adorava festas e todos aguardavam ansiosos pelo dia 15, era um dia em que a família se reunia em harmonia.
Mas  dia 15 deixou de ser dia festa, justamente quando uma outra tia partiu para o plano espiritual exatamente nesse mesmo dia, coisas da vida, do destino, sei lá.

Dia 15 era dia de alegria, de comemoração, mas depois daquele ano perdeu a cor.

Nas memórias da sobrinha, todos ainda estavam reunidos em volta da mesa, o brilho intenso dos olhos verdes da tia, misturaram-se com o último parabéns cantado com alegria, um momento mágico que ficou eternizado para sempre dentro do seu coração.

Em junho, elas continuarão fazendo aniversário, uma “aqui” e outra na imensidão do céu azul. E todos os anos serão assim, a foto da tia querida sempre estará em suas mãos, e seu aniversário sempre terá um gosto de  saudade, de saudade, de saudade, de saudade, de saudade, de saudade, de saudade, de saudade e mais saudade.

Sempre será assim, pois dia 15 vem antes do dia 24....


                                                                                         
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

12 comentários:

  1. Li e chorei........
    Lindo e cheio de saudade
    palavras bonitas mas que dói que dói que dói
    E assim vai______

    Bjusss fico sem mais palavras
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  2. É! Essa saudade fica mesmo e marca corações e datas! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Vanessa!
    Pois é, saudade se explica sim. Os atos de generosidade da irmã querida (sua tia dileta) marcaram tão indelevelmente nossos seres que impregnaram nossos espíritos para sempre. Ainda bem!
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Curta o seu mês, comemore e lembre-se daqueles que vc ama.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. "O importante é que as boas lembranças ficam..." Ainda bem linda amiga Vanessa, a saudade é grande, mas se têm essas lembranças que não nos deixam, também sinto muita saudade dos meus que se foram, estão lá, comemorando também!
    Sua linda tia está sempre sabendo disso, portanto eleve sempre um pensamento de paz para ela poder também ficar em paz, pois bem sabes que não há separação, somente ficam invisíveis, (eu tenho um dom, consigo ver), e isso me dá toda a certeza de não estarmos nunca a sós, estamos sempre muito bem acompanhados pelos que nos são eternamente caros!
    Beijos e abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
  6. Emocionante maninha, sem duvida todo dia 15 de junho sempre será saudosista mas também terei na face um sorriso por ter tido o privilegio de ser sobrinha de uma pessoa tão especial como foi a nossa amada Cibele.
    E claro dia 24 que é o seu tenho certeza iremos comemorar muitas vezes ainda se Deus quiser, pois ainda tenho em meu coração que teremos muitos anos juntas pela frente.
    Linda homenagem a Bele e claro a Ana que partiu no dia do aniversario dela.
    Enfim lindo..lindo..lindo, chorei pra variar.

    ResponderExcluir
  7. Olá, querida Vanessa
    Meus dias 22 de Março também são tristes a partir deste ano...pelo mesmo motivo que o seu...
    Seja abençoada!!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  8. Olá! A luz que brilha aqui brilha acolá, vertida na lágrima da saudade, ou no cristal azul dos céus! abraços

    ResponderExcluir
  9. mas o mais importante você escreveu, também:
    o importante é que as memórias ficam.
    a saudade vai continuar sempre...
    beijo
    :)

    ResponderExcluir
  10. Saudade... é uma palavra inexplicável a utentes de outras línguas...

    Bjssss

    ResponderExcluir
  11. Nossa que texto lindo Vanessa.
    Toca e emociona profundamente.

    Abraços cheios de carinho.

    ResponderExcluir
  12. Olá, Vanessa.
    Ficam as memórias, mas também fica essa saudade grande, que parece multiplicar-se.
    Emocionante texto escrito pela mão da saudade.
    bj amg

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações