O Desenho






Reconstrua-nos novamente,
Refaça-nos a lápis, em cada traço definido do seu desenho,
Libere-se totalmente para que sua imaginação não nos limite a nada.

Desenhe na folha em branco nossas vidas entrelaçadas,
Nossos corpos difundindo-se em desejos.

Nesses traços indefinidos e subjetivos,
Desenhe para nossas vidas um mundo mágico e inatingível,
Desenhe nossos corações pulsando fortemente,
Grave nossas vozes dentro dos nossos ouvidos,
Deixe nossos perfumes impressos nos nossos corpos.

Reconstrua-nos então,
E refaça nosso amor em cada traço desse desenho...



Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

9 comentários:

  1. Um declaração pulsante.
    Uma renovação é sempre bem vinda.
    Não podemos mudar o passado,
    mas certamente idealizar o futuro.

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Ler vc é um doce fascinio!...

    Beijo,
    AL

    ResponderExcluir
  3. Olá Vanessa, minha cara amiga, boa tarde!
    Comunico que fiz o encerramento do 2º Prosas Poéticas e lhe trago o meu agradecimento por sua honrosa participação; vá ao blog e veja a mensagem que lá deixei.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Simplesmente divino
    Refaça-se a lápis e que esse desenho
    seja eterno

    Bjuss de boa noite com bons sonhos

    Rita

    ResponderExcluir
  5. Os grandes desenhos são esculpidos na alma! Linda poesia, abração

    ResponderExcluir
  6. Uma bela reconstrução nestes traços e palavras....amei!!!!

    ResponderExcluir
  7. Linda construção/inspiração neste desejo louco de reconstruir passo a passo cada pagina da vida onde o amor se fez presente belamente.
    Gostei.
    Abraços amiga

    ResponderExcluir
  8. Lindo... é simples, basta desenhar, que o coração indica o rumo dos traços. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Vanessa
    Retraçar... redefinir... vale a pena!!!
    Bjm fraternal

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações