Sons do Silêncio



No silêncio continuo que soa dentro de mim,
Ouço sons inexplicáveis e incompreensíveis.

Sons sem melodia que dissipam-me a voz.

Sons calados que transformam-me em partituras intraduzíveis,  
E nessas partituras sem eco,
Ensurdeço-me, por ser capaz de ouvir os sons solitários do silêncio....
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

17 comentários:

  1. Há silêncios assim.
    Que ensurdecem quem os sente...
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Tem uma boa semana, querida amiga Vanessa.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Há momentos em que o silêncio é mesmo ensurdecedor.Lindo! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. Que lindo e verdadeiro querida Vanessa|!
    Um abraço carinhoso e felicidades sempre.

    ResponderExcluir
  4. Há momentos em que o silêncio é bom.

    bjoks e um lindo dia Van =)

    ResponderExcluir
  5. Só as grandes poetizas são capazes de ouvir a voz do silêncio! abraços

    ResponderExcluir
  6. Há silêncios tão profundos que ensurdem-nos. belíssimo!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Silencio!!!!

    Somente os sons em silencio
    A mais pura verdade nesse poema
    Profundo e ensurdecedor

    Bjusss até já!!
    Rita!!

    ResponderExcluir
  8. Que lindo Vanessa!
    Puxa... Eu já não consigo escutar o silêncio... Snif!
    É que eu ten ho um rádio ligado dentro de mim, com um dj invisível que coloca música o dia inteiro!!!!

    Um beijão!

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde, Vanessa. E são nesses silêncios que vamos nos conhecendo mais, pois sempre existe profundidade neles.
    Lindo o poema! Amei!
    Tenha uma semana de paz!
    Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  10. Silêncios contínuos, que contradizem as inquietudes dentro de nós, que falam mais do mil palavras... Lindo Blog, adorei.

    ResponderExcluir
  11. Muitas vezes os sons dão um certo medo na gente, Vanessa passando pra desejar uma ótima quint-feira beijos.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderExcluir
  12. Cada manhã dá luz a um novo dia,
    mas é você quem faz nascer a alegria.
    Você é minha alegria.
    Não tenho feito as constantes visitas,
    que sempre fazia.
    Já tinha serios problemas para digitar
    depois dos últimos acontecimentos
    comigo só resta visitar a todos
    levar minha mensagem de amor.
    Obrigada por nunca esquecer que viajamos
    juntos a longo tempo.
    E que nossa viagem nunca vai ter fim.
    Porque a vida já é uma linda e infinita Viagem.
    Que Jesus abençoe vc sua família
    nesse final de semana (e sempre)
    Beijos no coração afagos na sua alma linda
    e pura.
    Evanir.
    Vanessa linda postagem .
    o silêncio ajuda viver...

    ResponderExcluir
  13. Tenho necessidade de silencio para poder ouvir o que preciso, lindo seu escrito maninha.
    Parabéns poucas palavras mas tocantes.

    ResponderExcluir
  14. Querida amiga

    Penso ser no silêncio,
    onde ouvimos as mais belas palavras
    e aprendemos as mais
    perfeitas lições.

    São belas
    as palavras
    que nos acariciam
    o coração...

    Obrigado por semear o belo
    em um mundo tão carente
    de sentimentos bons.

    ResponderExcluir
  15. Um silêncio tão belo de ouvir!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  16. Oi querida, tem respostas que só encontramos no silêncio, na quietude da alma.

    Abraços

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações