A Tempestade




A tempestade caia lá fora,
Seus olhos observavam atentos,
A chuva intensa que escorria pela janela de vidro.
Seu coração batia forte e descompassado dentro do peito.
Raios e trovoes ensurdecedores.
Uma impiedosa ventania balançava violentamente sua encantadora plantação de girassóis.
Aquela plantação cor de ouro era especial,
De tão especial tornou-se mágica.
Aquele mar amarelo era seu refúgio e sua fortaleza,
As vezes tinha a sensação que os girassóis eram a extensão do seu corpo.
Eles a acalmavam e lhe davam esperança e alegria.
Aquela cruel tempestade parecia não ter fim,
Seu coração estava apertado,
Teve tanto medo que a tempestade destruísse suas flores encantadoras,
Que fechou os olhos banhados em lágrimas e pensou em Deus,
Pediu a Deus de todo o coração que a chuva não os levasse embora,
Pediu a Deus que a destruição não entrasse em sua casa.
Aquele pedido chegou aos céus com tanta força e tanta doçura,
Que ao terminar a oração,
Abriu os olhos com fé,
E a fé do seu coração fez nascer no seu rosto um singelo sorriso.
Era inacreditável, mas a chuva havia cessado,
Seus belos girassóis continuavam ali.
Emocionada agradeceu a graça alcançada.
Saiu porta afora em direção as flores,
E ao olhar para o céu embasbacou-se,
Um arco íris vibrante brilhava sobre os girassóis,
Foi então que percebeu e compreendeu,
Que todos os pedidos feitos com a verdadeira necessidade da alma,
São inexplicavelmente atendidos...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

13 comentários:

  1. com certeza temos a todo momento um anjo a nos proteger, a nos guiar, a zelar por nós. E também que chora quando nos saímos mal no decorrer da trajetória.Bom fim de semana!Ah, mesmo assim não acho fácil... hahaha

    ResponderExcluir
  2. Que todo amor cultivado
    Fique entre
    Os Girassóis
    Fique somente o amor
    fique somente vc e a felicidade
    Bjusss com carinho
    ___________RitA

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz que sejam.
    Um grande bj

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto, Vanessa!
    Mistura poesia e conto, adorei!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  5. A chuva era para irrigar os girassóis, pq Deus faz tudo de forma perfeita! abraços

    ResponderExcluir
  6. Sem palavras simplesmente senti e amei!!!!

    ResponderExcluir
  7. ..."Aquele pedido chegou aos céus com tanta força e tanta doçura..."
    Esse é o único caminho a ser seguido!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Vanessa que coisa magnifica tbm nem sei o que dizer, vc toca nossa alma e nos enche de paz.

    ResponderExcluir
  9. M A R A V I L H O S O.....
    M A R A V I L H O S O.

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanessa! Não se busca explicação racional para aquilo que não a tem. A oração é uma ligação direta.
    Os periquitos selvagens vieram comer as flores dos meus girassóis e eu os deixei.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Vanessa! A cada dia mais me convenço do quanto a fé e a força de um pedido sincero colaboram para sua realização. Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oiii Vanessa, nem sempre aquilo que julgamos essencial p nós é o que realmente precisamos, pedimos muito sem realmente precisar! Lindo poema, coincidentemente estava vendo os numeros de uma postagem do blog sobre um campo de girassóis que conheci e a mesma me surpreendeu com tanto acessos, acho que não há quem não se encante com um campo de girassois! Bjinhossss

    ResponderExcluir
  13. Desejo a você uma semana de paz e realizaçãoes
    semeia amor e carinho no decorrer dessa semana
    verá a diferença em sua vida.
    È agradavel sermos benevolente com nossa familia
    amigos afinal somos todos irmãos.
    Podemos escolher entre o bem e o mal
    tudo depende de nós.
    Eu já deixai tantas mensagens semeando amor
    por onde passei nem por isso recebi de todos
    os frutos das sementes que plantei.
    Uns leram guardaram no fundo do coração
    por outros passei despercebida.
    Uma certeza eu tenho não passei
    despercebida aos olhos de quem
    tem amizade verdadeira e muito menos
    passei despercebida aos olhos do Pai.
    Podemos escolher o que semear ,
    mas somos obrigados a colher
    aquilo que semeamos.
    Plantemos amor colheremos fatalmente
    a sonhada felicidade.
    Uma abençoada semana de me suas mãos me ajuda a caminhar
    o resto é o nada diante de Deus.
    Paz e luz , Evanir.
    Vanessa lindo texto amada.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações