Refúgio



Ele caminhava por uma rua qualquer,
Sentia que deixava uma rastro cinza por onde passava,
Seus passos eram lentos,
Sua respiração ofegante,
Trazia no semblante um olhar apagado,
E no peito um coração partido,
Até que percebeu do outro lado da rua,
Um olhar chamando-o,
Sem pensar em nada,
Mergulhou naquele olhar buscando salvação,
E fez daquela estranha seu refúgio...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

14 comentários:

  1. Olá Vanessa, bom estar com vc novamente, muito bacana o poema, assim acontece muito, as pessoas as vezes se refugiam em relacionamentos com completos estranhos só para fugir das suas realidades! Pode até dar certo rrs Bjooossss

    ResponderExcluir
  2. Muitas vezes encontramos refúgio em um desconhecido que em conhecidos!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  3. Oi Vanesa!

    Lindo poema.

    Um olhar acolhedor faz tanta coisa, né?

    Beijos!

    Selma

    ResponderExcluir
  4. Uia que profundo, e que olhar penetrante, mais um que gostei muito, meu carinho especial pra vc a cada minuto
    Bjussss
    _________Rita!!!!

    ResponderExcluir
  5. Vanessa

    Poema bonito, a valer bem a interessante imagem.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Por vezes era mesmo necessário encontrar um refúgio onde nos pudessemos esconder dos problemas da vida... eu acho que sim. Linda postagem!! Beijinhos e bom resto de semana querida vanessa!! http://pontodecruzdamafalda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. Ese Refugio que tanto necesitamos apareció inesperadamente...Preciosos Versos.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  8. Quando menos esperando abre uma porta pra gente a onde encontramos refúgio, lindo poema, Vanessa passando pra desejar um ótimo final de semana fique com Deus beijos.
    Blog:Lucimar Estrela da Manhã

    Grupo:Divulgue seu blog no Facebook

    Fan Page

    Me encontre no Pinterest

    ResponderExcluir
  9. É sempre bom ter um olhar sereno, onde possa ser sempre refúgio paa alguém.
    Lindo demais sua poesia querida Vanessa.
    Beijinhos no coração e lindo final de semana.

    ResponderExcluir
  10. Olá Vanessa!

    Linda poesia amiga.

    Mesmo no desalento, procurou um refúgio na caminhada da vida.

    Andei meio sumida,estou de volta.

    Vou linkar seu blog nos favoritos Ok

    Bjs e feliz final de semana

    ResponderExcluir

  11. Olá Vanessa, e que tudo esteja bem!


    Com certa frequência, talvez pela rapidez que empregamos a vida, sempre que os que conhecemos nos afastam, pode ser um alento encontrar refúgio em uma desconhecida. Claro que nem sempre tem a eficácia desejada, mas, quase sempre nos faz ver em que plano está a nossa realidade!

    Mas por cá sempre tem sido refúgio de belos escritos, e sendo assim por cá venho eu me encantar e, agradeço por compartilhar, pela amizade e visitas também e desejo que tenha sempre a deveras e intensa felicidade em teu viver, abraços e, até mais!

    ResponderExcluir
  12. Já aconteceu o inverso comigo uma pessoa se abriu e me contou quase toda sua vida sem ao menos saber quem eu era.....gostei.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações