Estrada da Lembrança



Percorrendo estradas vejo o nascer do sol,
Enquanto observo a paisagem e a neblina que se faz nas manhas de inverno,
Meus pensamentos viajam além da velocidade permitida,
Em questão de minutos,
As lembranças dos momentos inesquecíveis revestem de saudade,
Minha alma que ainda permanece gelada com o orvalho da manha.

Refaço planos, e me desfaço deles a cada curva,
Viajo no tempo e nas lembranças antigas, como se tudo ainda fosse hoje.

As vezes tenho a sensação que tudo permanece igual,
Apesar de saber que tudo agora é tão diferente,
Nas minhas lembranças os que amo são imortais,
Felizes e jovens,
É assim que me lembro de todos.

Percorrendo estradas vejo o por do sol,
Observo a noite que se aproxima,
Assim os dias se vão,
E exatamente assim,
Passado, presente e futuro completam-se e tornam-se uma coisa só,
Lembranças na estrada,
Na vida,
O tempo todo,
Lembranças...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

12 comentários:

  1. Maravilhosa poesia! Passei pra matar saudades!

    Bjs. Praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Percorremos. Fazem parte de nós.
    Lindo.
    Um grande bj

    ResponderExcluir
  3. Gostei da 'misturança' de tempo, sem sair da estrada...
    Muito bom Vanessa"

    Abração
    Jan

    P.S.: quando teremos outro texto seu no E. Library?
    Aquela poesia 'do castelo' tem sido a mais lida.;-)

    ResponderExcluir
  4. Oi oi vanessa,já tinha saudades de ler os teus poemas,gostei destas lembranças. Bom restinho de semana para ti,fica com deus!! http://mafaldinhaarte.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  5. É não é assim.... tudo lembranças...algumas doces outras nem tanto. Gostei !!!!

    ResponderExcluir
  6. Apesar de integrar todos os tempos em um só, a poesia traz em sua essência a nostalgia. Lindo poema...um abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá, querida Vanessa
    Gelada como o orvalho da manhã... bom mesmo é quando chega o sol e aquece derretendo todo gelo do coração...
    Tenha um excelente fim de semana!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  8. Que linda poesia Vanessa!
    Conforme ia lendo parecia que estava dentro de algum carro na estrada, vendo a vida passando. adorei!
    beijos cariocas


    ResponderExcluir
  9. Lembranças na estrada,
    Na vida,
    O tempo todo,
    Lembranças...


    Esse trecho me deu uma saudade de uma estrada que nunca mais vou ver, e quantas lembranças mesmo ela me trás, saudade da criança, que vivi hj me deu uma emoção lembrar
    Mas muito bonito como sempre
    Bjuss de bom final de semana
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  10. E você escreveu lindamente esse poema, do amanhecer ao anoitecer.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Lindos versos Vanessa. Um poema que toca a alma!


    Beijos pra ti!
    http://pensamentosvalemmaisqueouro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações