Restos de Mim



Não sei mais o que restou de mim depois desses anos,
Fui destruída em tantas batalhas,
Mesmo assim de alguma forma,
Fui juntando todos os pedaços meus,
Para reconstruir-me aos poucos.

E com o passar do tempo fui tendo progresso,
Recuperei cada parte do meu corpo,
Falta apenas terminar de reconstruir meu cérebro,
Só assim conseguirei racionar para saber o que realmente restou de mim.

Só assim compreenderei o que eu era e o que me tornei, depois de lutar sem cessar em todas as guerras possíveis, compradas por mim e criadas por você...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

19 comentários:

  1. Boa noite!

    Parabéns pelo belíssimo Post.
    Abraços
    Sinval

    ResponderExcluir
  2. Parece que esse poema foi feito pra mim, nesse exato momento estou assim, em pedaços,preciso catar esses cacos e me ajeitar.Apesar de triste é bem feito
    as palavras são perfeitas
    Abraços de boa noite com um lindo sonho
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  3. Uma reflexão de vida que todos deveríamos fazer...
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  4. Um poema que nos leva a reflexões profundas, me senti assim muitas vezes, mas juntamos os cacos e renascemos mais fortes. Parabéns gostei muito!!!

    ResponderExcluir
  5. Viver é bem assim, batalhas que muitas vezes temos de travar, mas tudo passa, ainda bem amiga, tudo passa!
    Beijos de boa noite!

    ResponderExcluir
  6. Cada parte de nós é uma fagulha de uma estrela que pode brilhar profundamente! abraços

    ResponderExcluir
  7. Desejo o final de semana de muita paz
    para toda sua família ,
    e que Deus proteja aqueles que estão lutando
    por um Brasil melhor onde possamos ter
    nossos direitos adquiridos verdadeiramente.
    E um toque de Deus no coração daqueles que
    desgovernam nossa Nação.
    Que a luta seja feita em
    paz ,para Paz, pela Paz.
    Com muita fé vamos também orar
    por essa Nação , que a muitos anos
    vem sendo reprimida e oprimida :
    A muito deixou de ser uma sociedade
    digna e justa.
    Uma luta sem guerra sem sangue mostrar ,
    que apesar da pessíma educação
    e exemplo dada pelos governantes:Mostrar que temos a educação
    recebida dos nossos pais.
    Nossos jovens são filhos da nossa incansável
    esperança por um Brasil sem fome
    de todas as necessidades.
    Tenho estado um pouco ausente nesses últimos tempos
    fico triste quando a vida por trás da telinha
    me obriga a ficar longe de você.
    Carinhosamente te desejo um abençoado
    e feliz final de semana beijos no coração.
    Evanir.
    Tem Uma Mensagem Acorda Brasil.
    Juntos Vamos Acordar O Brasil..
    Somos Todos Irmãos....

    ResponderExcluir
  8. Boa noite amiga!! Gostei da postagem!! Beijinhos!! Excelente fim-de-semana para ti!!

    ResponderExcluir
  9. Perfeito Vanessa e de alguma forma relacionei com os acontecimentos atuais! Bjooooss

    ResponderExcluir
  10. Amiga Vanessa.

    Como estás?
    Quero que saibas que te estimo e que me orgulho de ti. Li a tua entrevista no blog da tua irmã Pati e emocionei-me.
    És uma mulher de armas, uma guerreira, uma mulher com M grande. És muito corajosa. Admiro-te como poetisa, escritora e como amiga.
    Parabéns!
    Adorei o teu poema, identifiquei-me com ele. A vida é uma luta em cada reencarnação, que nos ensina sempre uma lição.

    Beijinhos,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com

    http://jakeemary.blogspot.com/2013/06/capitulo-3-surfar-surfar-surfar.html

    ResponderExcluir
  11. A vida é assim, a gente sai juntando cada pedacinho e seguindo em frente.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. De fato, em tuas mãos, escrever é uma arte...Ótimo texto. Parabéns!

    ResponderExcluir
  13. Que pérola de post,Vanessa!

    Recebi sua atualização porque seu blog está na minha lista de favoritos.


    Quando tiver um tempinho,comente no meu também,ok?

    Beijos e lindo fim de semana

    Donetzka

    ResponderExcluir
  14. Que pérola de post,Vanessa!

    Recebi sua atualização porque seu blog está na minha lista de favoritos.


    Quando tiver um tempinho,comente no meu também,ok?

    Beijos e lindo fim de semana

    Donetzka

    ResponderExcluir
  15. Oi, Vanessa! Penso fazer parte constante da vida esse processo de se desconstruir, reconstruir...Sabe, após o fim dessa última e recente fase, acho que meu cérebro não foi reconstruído, porque não ando com a mínima disposição para meditar sobre quem me tornei. Quero só aproveitar os momentos de alegria e calmaria e estar feliz. UM abraço!

    ResponderExcluir
  16. Oi Van, acho que restou um pouco do fomos e pensamos, e coisas foram renovadas, vamos nos lapidando mesmo.
    Um abraço carinhoso

    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderExcluir
  17. Estava assim esses dias catando meus pedaços gostei do poema Vanessa.

    ResponderExcluir
  18. Vanessa,um poema sensivel e de grande profundidade.Mesmo com o coração partido,há um guerreiro que insiste em lutar.bjs,

    ResponderExcluir
  19. Oi Vanessa! Quem pensa que não estamos aqui para lutar já morreu e não sabe. Reconstruir-se a partir de cacos nos transforma em belas fênix. Depois é voar, ganhar a imensidão e contemplar tudo do alto. Maravilha, não é?
    Beijos!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações