O "Precisar" de Cibeli




Tudo o que precisava era de um lugar,
Para sentar, admirar e aquietar seu coração,
Nesse lugar repleto de paz,
Meditaria,
Em pensamento colocaria para fora tudo de ruim que estava em seu corpo,
Precisava livrar-se de angustias e agonias que lhe enclausuravam a alma,
Nesse lugar, envolvida com a natureza,
De qualquer forma,
Entre o nascer e o por do sol,
            Precisava reinventar-se.
Antes de ir embora precisava construir dentro de si,
Um caminho de flores que a levasse até as estrelas,
Precisava viver entre o céu e a terra,
E voar sobre seus pés,
Precisava sentir a sensaçao de estar em liberdade dentro do próprio corpo,
Precisava viver na terra misturada a pureza do céu,
Precisava sentir-se grande por dentro,
Precisava ser do tamanho do mar,
Para alguém a notar...


Poema dedicado com todo amor do mundo para minha tia Cibeli, foto tirada em 2012 na nossa inesquecível viagem a Campos do Jordao...
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

22 comentários:

  1. Vanessa abençoamada
    Paz

    Fascinante!
    Como eu gostaria de reproduzir o conteúdo d'alma como o fazes.
    Sei que isso poderá vir a acontecer, mas...te lendo, estou crescendo.
    Sucesso, conquistas te aguardam.
    Alberto

    ResponderExcluir
  2. Oi Vanessa! O relato de um momento de reconstrução e o poetizar do desejo mais premente de Cibele ficou etéreo e só quem esteve presente pode ver e sentir. Pena que a realidade tão forte tenha arrastado muitos dos sonhos meditados. Um abraço!

    ResponderExcluir
  3. Não ha porto seguro mais belo que o sol! abraços

    ResponderExcluir
  4. Inmenso como ese Mar que es lo que se precisa, a veces, para hacerse notar.
    Precioso.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, todos los día nos reinventamos cuando nace el sol, y vivimos, gozamos de las cosas bellas que nos regala la vida, solo hay que ponerle un poquito de alegría a las nuves oscuras que de vez en cuando aparecen.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  6. Olá, Vanessa.
    Uma felicidade transitar através do seu olhar poético.
    Grande abraço. Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  7. Olá Vanessa!
    Sua tia escolheu um lugar apropriado e fascinante,para aquietar o coração e a mente...
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  8. Linda inspiração! também estou seguindo você,abraços.

    ResponderExcluir
  9. Eu amei o texto, mas tudo aqui é magico.

    Estou sem muito tempo para visitar vc, pois como sou Historiadora Antropologa este inicio de ano é um pouco corrido.

    Mas deixo aqui o meu carinho por vc.

    bjs

    Selma

    http://3fasesdalua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Olá, sou a Gabi filha da Verinha, vim aqui agradecer ao seu comentário no texto que mamãe postou. Muito obrigada de coração!

    ResponderExcluir
  11. Olá Vanessa
    Tudo fica mais simples quando temos o contato com a natureza. O corpo e a alma se tornam mais leves.
    Agradecendo o carinho da visita.
    Uma linda semana. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. por vezes uma gota de água também é precisa no oceano...

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Lindo poema, não é fácil reconstruir sonhos e metas, mas jamais podemos perder a esperança ou desistir.

    ResponderExcluir
  14. Linda terça pra vc!!!

    ╬═╬Muito bonito esse poema, feito
    ╬═╬para minha linda irmãzinha, que
    ╬═╬entre a natureza ela possa ter
    ╬═╬a paz que procura, parabéns pelas
    ╬═╬palavras bonitas bjuss com
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  15. Sim, muitas vezes é o que mais precisamos....
    Um abraço carinhoso
    Paty Alves
    Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderExcluir
  16. Bela homenagem Vanessa, estou indo p Campos no feriado no final deste mês e já estou contando os minutos rs Bjooss

    ResponderExcluir
  17. Maravilhoso poema sua tia é linda.
    Não consigo acessar seu blog, meus antivírus ficam loucos, converse com a Pati e peça para ela fazer umas mudanças, ela sabe do que se trata e formate seu pc urgente peguei um programa espião, olha lá se não tiverem tentando roubar seu blog, tudo aqui ta clonado credo kkkk, salvou o blog né?

    ResponderExcluir

  18. Olá Vanessa,


    Lindo gesto de carinho e amor.
    O poema é de muita sensibilidade.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  19. Felizmente há sempre um lugar assim, que por vezes encontramos por acaso...!

    Beijo

    Isa Lisboa
    => Instantâneos a preto e branco
    => Os dias em que olho o Mundo
    => Pense fora da caixa

    ResponderExcluir
  20. Boa tarde Vanessa!!!
    Lindíssimo poema.
    Precisamos sim de momentos assim...
    Sozinhos em lugares perfeitos, muito bom.
    Aproveito para desejar um dia das mães repleto de alegrias...
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  21. Linda homenagem, lindo poema!
    É mesmo num lugar como Campos de Jordão que junto ao frio gostoso e a natureza rica podemos nos encontrar e reencontrar!
    Abraços

    PS. Quis acessar seu blogue ontem e não foi possível, não consegui!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações