Traço de Abstrato



Talvez minha vida seja uma obra de arte incompleta,
Meus sentimentos parecem estar divididos entre os pincéis e as tintas,
Tem horas que todos os traços encaixam-se perfeitamente,
Mas a maior parte do tempo,
Os traços  parecem ser incompatíveis uns com os outros,
Tento desenhar-me ali,
Retiro uma traço daqui e coloco acolá,
Mas nenhuma imagem se forma,
Nada faz sentido,
Tudo permanece incompreensível,
Recorto e moldo todos os traços,
Para recriar-me dentro de um inexplicável abstrato que formou-se na tela,
Tento desenhar-me,
Mas cada traço de mim,
Revela um abstrato sem fim...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

17 comentários:

  1. Oi, Vanessa. As fases em que nos sentimos uma pintura abstrata são angustiantes, mas necessárias para que nos tornemos uma nova tela. E lembre-se: no abstrato também há uma beleza singular. Um abraço!

    ResponderExcluir
  2. Vanessa, olá!

    Encontro-me sempre em abstrato.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Vanessa
    Nesse poema você sozinha não consegue atingir a plenitude da vida. Fica em devaneio, sem saber o que fazer, forma-se então, à sua volta uma abstração que terá que ser rompida por você e pelas pessoas que a amam e, que possa sentir amada e protegida por elas.
    A abstração nos pega nos momentos de baixa estima ou uma tristeza inexplicável.
    Derrube as barreiras que a cercam e será feliz.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. a insatisfação é própria do ser humano

    bonito trabalho em poema

    gostei muito

    beijo

    :)

    ResponderExcluir
  5. Vanessa!
    Encantei-me e me projetei em suas palavras! Isso é Vida!
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  6. Que bela colocação vc fez
    nesse poema, abstrato, nossa que
    maravilha, eu adorei parabéns mais uma vez
    E com certeza a gente nunca consegue se desenhar.
    Bjuss de bom domingo
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  7. Nossa vida tem um traço único, cada um com o seu colorido, o seu desenho, que não poderá nunca ser igual a outro e nem deve ser imitado. Somos seres em aprendizado, por isso sentes que o desenho poderia ser mais perfeito, e um dia será... beijo!

    ResponderExcluir
  8. Também se fosse me pintar, ficaria uma obra inacabada e abstrata, só uma coisa teria certeza, nas cores da tinta... seriam tons vibrantes. Adorei Vanessa, bjinhos pra ti. Levei teu selinho que só reparei agora (rsrsrs), vou colocar na minha página de "Sigo e recomendo".

    ResponderExcluir
  9. Oi Vanessa! Ainda bem que o homem á assim: por se fazer infinitamente e se refazer a cada momento. Isso sempre gera uma angústia, uma sensação de que o inacabado vai prevalecer. O problema é que ele vai mesmo! Ainda bem! Bjsss

    ResponderExcluir
  10. As me sinto assim, como por exemplo... hoje, rss
    Amei amiga.
    Bjos tenha um otimo dia.
    Paty Alves
    www.agape-amorverdadeiro.blogspot.com
    www.patyiva.blogspot.com
    www.tentardecoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Vanessamada,
    Paz
    Amei a realidade das suas abstrações.
    Você sempre consegue - você pode.
    Alberto

    ResponderExcluir
  12. Minha querida, Vanessa!
    É exatamente isso o que somos...
    Traços que parecem incompatíveis entre si, desenho incompreensível, um abstrato sem fim.
    Mas olhando com cuidado, apurando o olhar, é possível apreciar a beleza dessa obra de arte. Sempre incompleta, graças ao bom Deus!
    Um beijinho, minha amiga. A sua poesia me faz muito bem!

    ResponderExcluir
  13. Oi Vanessa :)
    Não é tão ruim sentir-se uma obra abstrata.Alguns podem considerar uma arte estranha,mas eu penso que poder ser vista e interpretada de maneiras diferentes,é algo bem interessante...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  14. Perfeito...
    Tento desenhar-me,
    Mas cada traço de mim,
    Revela um abstrato sem fim...

    ResponderExcluir
  15. Olá, Vanessa.
    Acredito que jamais possamos saber com certeza o que somos por inteiro, já que nos reconstruímos a cada momento.
    Abraço.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações