Além da Porta



Saia a porta está aberta,
Vá e procure lá fora o que há muito tempo não encontra aqui dentro,
Vá e não olhe para trás,
Não cogite arrepender-se ou torturar-se,
Pelo contrário,
Vá ao encontro da liberdade e abrace-a,
Sinta-a ,
E deguste-a lentamente,
Vista-se dela e deixa que ela a envolva de corpo, alma e coração,
Vá,
Não hesite agora,
E nem estremeça,
Vá e permita-se viver essa nova sensação,
Não pense em nada,
Simplesmente vá,
Crie coragem e siga adiante,
Afinal, a porta sempre esteve aberta...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

22 comentários:

  1. Bom dia Vanessa, acordei cedinho
    e já estou aqui para dizer sim que
    todas as portas se abrem quando a gente quer alguma coisa....Nossa cabeça que pensa ao contrário, e nesse
    poema tão bonito vc retratou bem as buscas que devemos ter. mas nem sempre a coragem aparece....Pra quem
    precisa a porta estará sempre aberta
    Tenha um feliz dia
    Abraços
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  2. A busca...pela liberdade é constante! abraços

    ResponderExcluir
  3. Vanessa Querida é um prazer aqui estar e voltar a ler seus escritos ...perfeitos ...Magnífico ...cotidiano ...falta mesmo é a coragem de romper com o que morto já esta ...por comodismo ...hábito ..e até preguiça de recomeçar ...mas continuar o que não existe mais nada é !!! Grande confusão humana !!! MEDO DA VIDA >>>MEDO DO NOVO !!! um beijo Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  4. a porta sempre esteve aberta e as vezes o medo do novo, de ver o que tem após a porta é tanto que a gente deixa lindas oportunidades escaparem...

    Um abraço carinhoso

    Paty Alves
    Ágape Amor Verdadeiro
    Patyiva
    Vou Conseguir

    ResponderExcluir
  5. La Puerta siempre ha estado abierta y sólo nos falta la determinación de atravesarla y buscar esa Libertad de la que, a veces, carecemos...Preciosa Poesía. Me ha encantado.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  6. Delícia de versos.
    Adoro sempre
    aqui.
    Bjins
    Catiaho Reflexo d'Alma

    ResponderExcluir
  7. Devemos sempre deixar a porta aberta para aqueles que amamos irem para onde quiserem e quando quiserem, afinal o amor verdadeiro não permite amarras... mesmo que doa. Lindo! Bjinhos Vanessa.
    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir
  8. Oii Vanessa, muitas vezes é só isso que precisamos abrir a porta e ir, enfrentar as mudanças sem medo! Bjooosss

    ResponderExcluir
  9. Realmente a porta sempre esta aberta o duro é coragem para atravessar, adorei!!!

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanessa!
    Essa poesia caiu certinho para mim
    Sou corajosa, sempre estou à procura de algo que me satisfaça.
    Temos que ter coragem para viver em qualquer idade
    Adorei.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  11. Vanessa
    Su texto me llevó al pasado, al amor primero, golpeando los boleros, las despedidas.

    Yo digo que no sólo puede haber arrepentimiento para que se quejan, diciendo que la puerta se cerró detrás de mí y nunca volvió a aparecer. Te fuiste abandonado la ilusión que había en mi corazón por ti.
    Si la hora de entender el amor debe dejar de
    Su admirador
    Alberto

    ResponderExcluir
  12. nem sempre o que está além da porta é o que procuramos.

    um belo poema como já nos habituou

    um beijo

    :)

    ResponderExcluir
  13. Oi Vanessa! Temos de ter cuidado com os nossos desejos, pois eles podem acontecer. E aí? Estamos prontos para assumi-los? Escrever é impregnar o branco com palavras que pensamos, mas quanto poetizamos, essas palavras surgem dos lugares mais profundos de nossa psiquê. Seu poema é tão belo quanto tantos outros e traz sua indelével marca. Abraço!

    ResponderExcluir
  14. Vanessa, adorei seu escrito, lindo...a porta realmente sempre está aberta, cabe a nós querer descobrir o que há por trás delas. Mas geralmente o medo faz com que as pessoas fiquem no conhecido, ainda que infelizes. Eu já estou com um pé para fora, hahhaha. Um abraço!

    ResponderExcluir
  15. As portas devem sempre serem abertas, coragem de mudar....lindo.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  16. Hola Vanesa, bonita poesía.
    La libertad es lo más preciado que tenemos, pero a veces no sabemos usarla y nos hacemos daño.
    Con ternura
    Sor.Cecilia

    ResponderExcluir
  17. Vanessa querida! Muitas vezes passamos pelas portas e nem nos damos conta que se abriram pra nós... Obrigada pelo carinho e pelo comentário!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Mais que belo, estonteantemente singelo! Parabéns! Sigo-te e, se puder, dê uma passada no meu modesto canto! Abraços!

    ResponderExcluir
  19. “ENCONTRO COM A ACADEMIA”

    A Academia Machadense de Letras realizará durante suas reuniões, o “Encontro com a Academia”.
    Este acontecimento tem como objetivo, a interação e divulgação das manifestações culturais, através de debates com membros da nossa cidade e região.

    Contatos:
    Carlos Roberto de Souza
    machadocultural@gmail.com
    (35) 8833-9255
    Bog da Academia: http://academiamachadense.blogspot.com.br/



    Você gostaria deter seu texto (poema, conto, prosa, ensaio, matérias de cultura em geral, biografias de bandas, artesanato, turismo, artes plásticas, saúde, vida, sociedade...etc) no blog FANZINE EPISÓDIO CULTURAL?
    Envie seu texto com uma foto sua ou uma imagem relacionada ao texto para machadocultural@gmail.com

    Acesse o blog:
    HTTP://www.fanzineepisodiocultural.blogspot.com

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações