Folhas de Outono



Ando tão a flor da pele,
Que todas as minhas emoções estão fora de controle,
Agora cada fato,
Cada ato parece mais marcante,
Valorizo cada momento vivido entre as pessoas que amo,
E gostaria de ter o poder de congelar o tempo,
Só para não perdê-las,
Confesso que essa sensação é um tanto quanto devastadora,
Como explicar que estou sentindo saudades de pessoas que sempre estão tão próximas?
Como explicar que minha mente viaja no tempo,
E refugia-se num passado feliz onde todos estavam vivos,
Assim como minhas lembranças que além de vivas, são únicas e intocáveis.

Sei que isso é uma fuga para não aceitar o presente e o breve futuro,
Que nos distanciará ainda mais,
É difícil aceitar que as pessoas vem e vão deste mundo como as folhas de outono,
Tento buscar compreensão,
Tento aprender uma nova lição a cada dia,
Talvez eu devesse aprender a controlar  mais minhas emoções,
Mas não consigo!
Ando tão a flor da pele
Que desaprendi o que aprendi,
Com a mesma facilidade que não aprendo a controlar mais nada.

Ando tão a flor da pele,
Que aprendi a chorar para libertar-me da saudade,
E essa saudade inexplicável verte-se em lágrimas,
E essas lágrimas saudosas de futuras perdas,
Deixam-me cada vez mais distante de qualquer explicação,
E mais próxima das folhas que vem e vão do outono...


Ps. Caros leitores, aproveito para deixar registrado meus votos de felicidades a uma das pessoas mais importantes e fundamentais da minha vida que é minha irma Paty Galis que fez aniversário dia 18/02. Seu blog  é o ( Café entre Amigos) - http://www.cafeentreamigos.com/


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

24 comentários:

  1. Sempre lindo,Patricia!! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia minha querida filha...

    E como choramos pela saudade de
    alguém que se foi e por aqueles
    que estão conosco..Chorar faz bem
    alivia o coração.
    E as pessoas que perdemos são sim
    como as folhas de VERÃO vem são lindas
    e depois se vão murchas, e temos que nos conformar
    Um poema tristinho mas feito com emoçao
    Deixo um abraço bem apertadinho
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  3. Somos as flores de outono, cheio de intensa vida, em pleno frio e vento gelado! abraços

    ResponderExcluir
  4. Oii Vanessa, Tem momentos das nossas vidas que os sentimentos ficam muito aflorados mesmo, E parabéns novamente p queridona Patricia! Bjooooos

    ResponderExcluir
  5. O 'outono' em nossas vidas é inexorável! Nada o elimina. Precisamos, ainda que nos doa e muito, aprendermos a conviver com o mesmo...
    Bjs. Célia.

    ResponderExcluir
  6. Espero pelo outono
    ou por algo ou alguem
    que possa me ajudar
    a despetalar a flor da pele.

    ResponderExcluir
  7. Todos nós temos um dia que nos desligamos de nós mesmos. Bem-vinda...rsss. Estou querendo um dia desses pra mim também.

    ResponderExcluir
  8. Que texto lindo!! Cheio de verdades.
    Tenha dias abençoados. Bjs

    ResponderExcluir
  9. Nostálgico y lleno de añoranzas, pero preciosa composición.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  10. Oi Vanessa :)
    Um poema melancólico e que nos faz pensar o quanto a vida é efêmera.
    Bem que da vontade de congelar o tempo,só para não perder as pessoas que amo.
    Quem dera fosse possível!
    Assim como vc lembrou:
    'As pessoas vem e vão deste mundo como as folhas de outono'.
    Adorei o poema!
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  11. Oi, Vanessa
    Senti uma angústia nos seus escritos, uma saudade, um medo devastador. Não da para congelar o tempo. Ele urge e a hora não espera e temos pressa, mas nunca conseguiremos realizar tudo que queremos na vida. De repente ela para como a folha seca que cai no outono.
    Linda e triste poesia
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  12. Gosto de falar de outono e saudade, Linda inspiração,abraços poéticos

    ResponderExcluir
  13. O texto é lindo e nostálgico ao mesmo tempo, mas é preciso de outonos, em nossas vidas, para que possamos tirar as lições devidas.
    Abração.

    ResponderExcluir


  14. Ando tão a flor da pele
    Que desaprendi o que aprendi,
    Com a mesma facilidade que não aprendo a controlar mais nada.

    Perfeito isto, hoje também me sinto assim.

    Lindo.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  15. Amigos, verdadeiros são para sempre, porque
    quando dois corações se unem, formando um só,
    DEUS se manifesta ali, através do amor
    e o amor é mais forte que a morte,
    é benigno, paciente, tudo sofre, crê, supera.
    não se ufana, nem se ensoberbece, apenas ...ama.
    certamente, permanece.

    Desejo um abençoado final de semana
    Beijos no coração carinhos na sua alma,Evanir
    Por favor me perdoa por deixar cola
    não estou conseguindo digitar.
    Isso é para não deixar de passar nos blogs.
    Deus sabe o quanto você é importante para mim.
    Lindo seu poema amiga!!

    ResponderExcluir
  16. As vezes me sinto assim inquieta com as coisas, todos nós as vezes sentimos assim, mas o melhor é botar aquilo tudo pra fora, explodir, mas o outono é bem vindo em minha vida. Vanessa vim te desejar um lindo final de semana, beijos.
    Links:

    Estrela da Manhã

    Lucimar Virtual

    Divulgue seu blog no Face

    ResponderExcluir
  17. Eu nem sei mais o que dizer da saudade.
    Ah Vanessa, tente se fazer sempre perto, e não deixe os distantes machucarem seu coração, é preciso também estar ao longe.

    Espero que suas poesias de folhas de outono, aliviem e lhe tragam paz ao coração.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Lágrima


    Lágrima marota
    Cai no meu rosto
    E vai rolando...
    De mansinho...
    Por toda a cara...
    Vai saboreando...
    E vai deixando
    Um pouco de água
    Um pouco de sal...

    Sal de amargura...
    Mas que é necessário...
    E, assim vou ficando
    Com o rosto mais doce...
    Com o rosto molhado
    E vou sentindo...
    Lágrima marota.
    O teu rolar...
    E vou gostando...
    Que te sirvas de mim
    Para te acostares...
    E quando quiseres
    Podes voltar!...

    LILI LARANJO




    Depois de limpar a minha lagrima coloco um sorriso e deixo-te um beijo com muito carinho...

    ResponderExcluir
  19. As saudades das pessoas que estão próximas são um reflexo do amor que sentimos por elas...!

    Beijo

    ResponderExcluir
  20. Meu Anjo..
    sempre que eu puder estarei juntinho de você.
    Eu sei sou uma Indomável Sonhadora além de amar ser blogueira,
    e acima de tudo o carinho que tenho
    por você é infinito.
    Hoje estou passando em todos os blogs que eu conseguir passar
    sinto saudades de cada amiga(o) por isso estou fazendo o melhor que posso fazer.
    Com o meu coração pesado de tristeza e angústia,
    por não conseguir fazer tudo quanto gostaria .
    Mesmo assim agradeço ao grande Pai Maior
    ainda que do jeito mais humildade consegui vir até
    seu blog para desejar um abençoado final de semana.
    Um feliz Domingo.
    Beijos paz e luz,,Evanir.



    ResponderExcluir
  21. Simplesmente lindo!!

    Te convido a me visitar e deixe seu comentário, tá?

    Bjs


    Marcos Alderico

    ResponderExcluir
  22. Oi, Vanessa! Sempre digo que o passar dos anos nos traz esse avesso chato: o medo de perder as pessoas que amamos, a noção de que a vida tem uma finitude. Por isso tão importante aproveitar cada momento ao lado das pessoas que amamos.
    Há emoções que precisam aflorar para perder força.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  23. Vanessa,

    Nestes dias em que meu pai teve que fazer uma operação mamária de urgência, pensei da forma que você descreveu a saudade.
    Essa falta mesmo deles presentes, relembrei minha infância com meus dois irmãos e de repente estávamos lá! Lá no hospital apreensivos pelo estado de nosso pai.
    Viver é recordar e também refletir que um dia sentiremos e deixaremos saudades eternas.
    Bjoks

    ResponderExcluir
  24. Lindo poema e obrigada por mencionar meu niver....

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações