O Balanço Mágico





Todos os dias no final da tarde,
Lá estava ela,
Sentada no balanço de madeira feito pelo seu querido avô,
Enquanto balançava-se lentamente,
Olhava para o céu e seus pensamentos saiam em direção as nuvens,
E ali naquele balanço tão seu, sonhava!
Sonhava que a vida era como doces e flores,
E que nos canteiros das flores imaginárias que revestiam seu coração de primavera,
Nasceriam amores coloridos e perfumados,
E desses amores perfumados,
Surgiriam beijos doces com aroma de hortelã,
Enquanto permanecia olhando para o alto,
Seus pensamentos buscavam pouso num mundo suave e sedoso,
Adorava observar as nuvens,
Sempre imaginava-se deitada sobre elas na companhia do seu avô,
E juntos sobrevoavam sem destino o imenso céu azul.

Por um instante fechou os olhos e balançou-se um pouco mais rápido,
Para sentir o vento envolver seus cabelos,
Até que ouviu alguém gritar seu nome.

Abriu os olhos rapidamente e colocou os pés no chão,
Desceu do seu balanço mágico e sem opção voltou para o mundo real e sofrido,
Tinha muito o que fazer e seu sustento buscar, sem demora voltou aos seus afazeres.
Mas sabia que no outro dia estaria novamente ali, no balanço feito pelo seu querido e saudoso avô, ninguém compreendia porque aquela moça todos os dias estava lá, balançando-se como criança num brinquedo antigo.

Mas aquele balanço para ela tinha um significado todo especial, quando seu avô a colocou ali pela primeira vez, disse-lhe sorridente algo que mudaria sua vida:

“-Filha, o Vô fez um balanço muito especial para você, mas não é um balanço qualquer, pelo contrário! É um balanço mágico, então escute bem, toda vez que você se sentir triste e precisar de amparo, mesmo que eu não esteja presente, não se preocupe, deixe tudo o que estiver fazendo e venha se sentar aqui, naturalmente deixe que a magia aconteça.
Enquanto estiver no embalo desse balanço, pense num mundo de sonhos, onde todas as coisas podem ser possíveis, com o tempo você vai perceber que toda vez que se balançar a tristeza vai passar e a dor que estiver no seu coração vai amenizar.
Nunca se esqueça, toda vez que estiver aqui, sonhe tudo que for possível e invente um mundo só seu. E quando quiser, me inclua nos seus sonhos, pois no mundo mágico dos sonhos sempre estaremos juntos”...




Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

26 comentários:

  1. Vanessa, que coisa mais linda!
    Fiquei emocionada com essa história...
    Um balanço mágico, feito pelo avô com todo amor para afastar a tristeza da neta.
    Muito lindo, querida amiga. Como sempre a sua sensibilidade me comove.
    Muitos beijos

    ResponderExcluir
  2. Lindo Vanessa!Eu lembro muito bem dos meus avós queridos!Quantas saudades....

    bjs.

    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  3. Vanessa querida que lindo texto gostei muito ...ELE muito me tocou ...e o seu fechamento foi perfeito e lindo...com um beijo e todo meu carinho Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  4. Lembrei do meu avô agora deu saudade.....

    Ele não fez um balanço mas contava histórias, que até hj tenho na memória
    Essa mensagem deixa uma recordação bem bonita pra quem teve um belo Balanço
    Lindo lindo
    Bjusss
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  5. Que balanço dourado, ecoando a voz imortal dos anjos! abraços

    ResponderExcluir
  6. Oi Vanessa
    Lindo seu conto em forma de versos. Agora eu queria ter um balanço desse na minha vida.
    Lindo demais
    Você é minha poetisa...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  7. Nesse balanço mágico
    Nesta tarde serena
    Amor verdadeiro contágio
    Lindo o seu poema, Vanessa.

    Balanço de beleza
    Simpatia misturada
    Ser tão bela a natureza
    Não permitamos que dê cabo dela!

    Boa quinta-feira para você,
    amiga Vanessa
    um abraço
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. MARAVILHA DE TEXTO!
    JÁ CONHECI ALGUNS TRABALHOS TEUS E ME ENCANTEI. PARABÉNS PELA TUA PARTICIPAÇÃO NO PROSAS E POESIA. TEU BLOG E LINDO!
    JÁ ESTOU TE SEGUINDO!
    BEIJOS!

    ResponderExcluir
  9. Que gostoso Vanessa, quem dera ter um balanço mágico assim feito de sonhos que nos proporcionasse reencontros com pessoas queridas, esse balanço é muito especial! E o Vovó mais ainda! Bjoooss

    ResponderExcluir
  10. Vanessa querida! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre tão gentis! Texto lindo e encantadoramente mágico e sonhador....
    Desculpe pela demora em aparecer!.... Vem comer bolo comigo.... Num dos tópicos do dia 05....
    Tem post novo!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. No balanço dos sonhos o ritmo de sensações a flutuarem por nossa imaginação.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  12. Ah os avós, amam com mel!
    Lindo conto!
    Bjão
    V.

    ResponderExcluir
  13. Quando estamos em um lugar tranquilo que gostamos os pensamentos sempre surge, pensamentos bons que passaram mais que permanecem em nossa mente, Vanessa te desejo um ótimo final de semana, fique com Deus beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Vanessa, excelente relato. Trasmites emoción, magia, color y cielo en tu historia, me ha gustado mucho.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  15. Muito bonito, envolvente e tocante.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  16. Minha querida

    São essas recordações que embalam suavemente a saudade.
    Um texto muito doce e terno.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  17. Linda história, de emocionar do começo ao fim.
    bjs

    ResponderExcluir
  18. Olá linda Vanessa,

    Que gostoso poder ler seus textos, para ficar bem mais avontade e se senitir dentro da história, tenho que ler em voz alta, é inevitavel. Me sinto melhor. Parabéns, você tem um dom maravilhoso. bjs Deus te abençoe, tenha um bom final de semana

    ResponderExcluir
  19. Olá! O que um bom... Uma história particular, foi um prazer ler e tentar traduzir. Cada vez que leio coisas boas aqui de você. Com respeito.

    ResponderExcluir
  20. Olá Vanessa, minha cara amiga, bom dia!
    Hoje, já com saudade, publiquei o encerramento do Prosas Poéticas registrando, de público, a minha opinião e meu agradecimento a todos os participantes do evento. Se puderes, dê uma olhada.
    De qualquer forma, já que estou por aqui, queria aceitar meu agradecimento por sua participação, que, além de dignificante e honrosa, foi brilhante. Saibas também de que não foi só lisonja que a mim causaste, – foi muito além; senti júbilo por ter tido a felicidade e a oportunidade de divulgar sua admirável criação...
    Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  21. Oh saudade... Meu avô fez um balanço assim para mim, tantos sonhos me passavam pela memória enquanto voava e voava mais alto... Fiquei emocionada e com uma doce melancolia. Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Oh saudade... Meu avô fez um balanço assim para mim, tantos sonhos me passavam pela memória enquanto voava e voava mais alto... Fiquei emocionada e com uma doce melancolia. Beijos!

    ResponderExcluir
  23. É interessante, sinto a mesma magia quando me encosto na rede que há na casa da minha mãe. Parece que os pensamentos vão se embalando junto com o corpo, e as coisas vão ficando mais tranquilas. Um abraço, ótima semana!

    ResponderExcluir
  24. Olá, Vanessa.
    Acredito que todo mundo deva ter um lugar assim, onde se pode olhar o mundo externo de outra forma, para então poder decidir que rumo tomar a seguir.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  25. Olá, Vanessa.
    Acredito que todos nós tenhamos um lugar destes, onde se pode olhar para o mundo externo de outra forma e, desta forma, poder decidir que rumo tomar a seguir.
    Abraço.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações