A Sobrevivente



Já havia passado por tudo,
Sede,
Fome,
Dor,
Sofrimento,
Solidão,
E desespero.
Havia perdido-se por caminhos íngremes,
E pelos mesmos caminhos íngremes encontrou-se.
Refez-se da poeira da estrada,
E tornou-se sobrevivente de si mesmo,
Depois de tudo não temia mais nada,
Nada poderia ser pior do que já havia vivido.
Mesmo assim, deixou o sofrimento para trás,
E propôs-se a seguir em frente,
Nada a deteria,
Pois havia criado dentro do peito uma águia,
Que a guiava sem medo em qualquer direção,
Assim como havia criado em seus pés o fogo da clemência,
Para aquecer-lhe a alma e abrandar seu sofrido coração...


Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

29 comentários:

  1. Olá minha poetisa
    Suas poesias me encantam
    Obrigada pela visita
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  2. Vanessa querida ...linda e guerreira ...bela e indecifrável...se sentimentos fortes e claros enxergas a a vida como uma águia ...e nela caminha com o AMOR no Coração !!! Parabéns minha querida Pedro Pugliese

    ResponderExcluir
  3. Queria criar esta águia dentro do meu peito para não ter medo...adorei!!!!

    ResponderExcluir
  4. Hola Vanessa, Sobrevivir es la razón del corazón luego del sufrimiento, para al fín llegar a aguas mansas y cristalinas.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  5. Olá Vanessa,passe em meu blog,que há uma brincadeira à fazer e você foi a minha escolhida.

    bjs.
    Carmen Lúcia

    ResponderExcluir
  6. ... uma águia com misto de fênix nos pés... Lindas metáforas para nossas vidas!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  7. A águia vê do alto os melhores caminhos!

    ResponderExcluir
  8. ¡ Hola! Bien has encontrado. Hambre, dolor, sufrimiento, soledad... Como algunos ensayos de destino. Es importante superarlos. Y que ha traído a la discusión en un poema. He leído con placer. Esperanza nunca muere. Con respeto...

    ResponderExcluir
  9. Oii Vanessa, sabia são as pessoas que criam dentro do peito uma águia né! lindo! bjooss

    ResponderExcluir
  10. É realmente exuberante quando chegamos nesse ponto em que renascemos, sentimos aquela força do "nada me segura". Estou chegando lá. Um abraço!

    ResponderExcluir
  11. Vanessa,
    Acho que o seu poema é uma perfeita definição de sobrevivência...
    É seguir adiante sem carregar o sofrimento junto consigo. É perder o medo (ou ganhar coragem, tanto faz), é saber, apesar de tudo, abrandar o próprio coração.
    Poesias assim são sempre inspiradoras para mim...
    Obrigada, minha amiga querida!

    ResponderExcluir
  12. A resiliência, a coragem de nunca desistir de continuar a prosseguir os seus sonhos...
    Que bela poesia para ilustrar uma das mais bonitas e notáveis qualidades humanas.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Olá Vanessa!

    Bonita poesia! Apesar das nuvens esconderem o sol, este sempre brilha. Sorri.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Sobrevivermos a nós próprios, por vezes é bem difícil.
    Magnífico poema. Gostei muito.
    Vanessa, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  15. Vanessa, querida, você encontrou o ponto máximo: ser sobrevivente de si mesmo. Que lindo esse texto!! Amei.
    E assim a vida é: quantas vezes forem necessário, quantas vezes nos refazemos e ganhamos nossas sobrevivdas. Beijos!!

    ResponderExcluir
  16. Somos todos, de um modo ou de outro, sobreviventes. Apenas muitos, por vezes, não possuem esta sua percepção.
    Gostei muito da poesia.

    => CLIQUE => Escritos Lisérgicos...

    ResponderExcluir
  17. OI VANESSA!
    SER SOBREVIVENTE DE SI MESMA É TER VENCIDO TODAS AS BATALHAS, CONTRA O DESAMOR,A SOLIDÃO, A SAUDADE, É RENASCER DAS CINZAS.
    ACHEI LINDO TEU TEXTO.
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/


    Click AQUI

    ResponderExcluir
  18. Prezado companheiro do mundo virtual. Estou aqui para compartilhar um mimo que ganhei do amigo RioSul do blog Ô Trocyn Bão. Fui indicada por ele ao SELO DARDOS e a mim, foi confiada a difícil tarefa de compartilha-lo com outros amigos. Por esse motivo, estou aqui para dizer que está disponível no blog. Lhe convido a participar dessa “onda”, se voce for do seu interesse, é claro!
    Desejo uma boa semana e um brinde a todos os navegantes que proporcionam a disseminação da cultura.
    Bjão V.

    ResponderExcluir
  19. Olha fiquei encantada com a foto
    e o poema feito um para o outro
    Com as palavras colocadas na ordem
    PARABÉNS
    Eu amei
    Bom dia de chuva
    Bjuss
    Rita!!
    ·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿·´✿

    ResponderExcluir
  20. Coração lindo, alias!


    bjsMeus
    CAtita

    ResponderExcluir
  21. Oi Vanessa!
    Mimo pra você
    Do lado direito do design
    Beijos
    Dorli

    ResponderExcluir
  22. Vitória certa a caminho!
    Um grande bj

    ResponderExcluir
  23. Olá, Vanessa.
    Excelente poema; não temos escolha senão irmos para frente e não desistirmos jamais.
    Tudo aquilo que é arremessado contra nós nos faz mais fortes, mesmo que não consigamos ver isso, ás veze.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. Se o mar adormecer em desvario
    As ondas não mais se formarem
    Se as gaivotas se perderem do ninho
    As árvores mais altas tombarem

    Se o dia não encontrar a manhã
    As nuvens deixarem de chorar água pura
    Se as pedras da ilha roubarem a cor ao verde
    As tuas palavras deixarem de ser raiva dura


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  25. Lindo poema, sempre saímos fortalecidos em vencer a nós mesmos, aliás, a pior batalha é mesmo conosco, com nossas fraquezas, nossos medos, enfim...!!!
    Lindo!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  26. Amados irmãos e irmãs. Graça e paz!

    Estive ausente por algum tempo para priorizar o cuidado com minha saude e alguns afazers pessoais. Estamos de volta, a saudade é grande e por isso, quero abraçar a todos com muito carinho. Estou asniosa para saber das novidades, o que me contam? Para marcar esse meu retorno, eu quero deixar uma meditação para vcs. Deus vos abençoe ricamente.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações