Sou do tempo em que...

Olá caros leitores,

Mais um tema da Blogagem Coletiva do Café entre Amigos,
http://www.cafeentreamigos.com/


                               Sou do tempo em quem...





Sou do tempo em que crianças brincavam tranquilas nas pracinhas dos bairros,
E nas ruas,
Éramos livres e puros,
Não tínhamos medo de nada,
Porque não tinha nada o que temer,
Éramos rodeados de amigos,
Conhecíamos todos os vizinhos e alguns até faziam parte da família.

Sou do tempo em que ir a escola era diversão,
Respeitávamos os professores,
Fazíamos gincanas,
Arrecadávamos alimentos para ajudar os necessitados e nos preocupávamos com o outro,
Aos finais de semana sempre éramos convidados para as festinhas na casa de alguém,
Essas festas eram famosas conhecidas como “ brincadeiras”,
E os jovens mais ousados experimentavam lança perfume.

Éramos adolescentes loucos por rock in roll,
Nossa vida era embalada por canções com letras irreverentes,
Como as composições da Legião Urbana,
Que trazia em suas letras a verdade nua e crua dos fatos,
Fazendo com que todos gritassem numa só voz, “Que país é esse?”

Sou do tempo que quando nos revoltávamos com a situação do país,
Pintávamos a cara e saíamos as ruas,
Lutávamos pelos nossos direitos,
E exigíamos impeachment.

Sou do tempo em que as garotas se preocupavam com a reputação,
Temiam em não “ficar falada”,
Porque mulher “falada” não arranjava bom casamento,
E só as “moças de família” tinham o respeito da sociedade,
As moças que engravidavam antes do casamento estava fora dos padrões e eram consideradas fáceis.

Sou do tempo da calça de cintura alta,
Das pantalonas, do videocassete,
Da fita k7 e do disco de vinil,
Do sapato de salto preto de verniz.
Da camisa amarrada na cintura,
E do batom vermelho Marilyn.

Nessa época também, os homens com cabelos compridos e tatuados causavam má impressão,
Eram discriminados por serem diferentes, assim como as mulheres que eram um tanto quanto liberais.

Sou de um tempo, que não se sabia de de tanta violência e de tanta maldade,
De certo modo, se acreditava em "contos de fadas", 
Elas achavam que se casariam com príncipes e eles com princesas,
Mas na verdade sabemos que nunca foi assim,
Naquela época apesar de tudo, as coisas pareciam ser mais leves e os sonhos flutuavam pelo ar.

Enfim, aprendi que sou do tempo que a juventude é passageira e o amadurecimento é a evolução...




Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

38 comentários:

  1. Que bonito Vanessa em forma de poema
    tudo ficou bonito e ai vc mostrou
    o que viveu, era um tempo bom, e com
    certeza tudo passa e tudo evolui
    Alguns pra melhor outros pra pior
    Adorei pq tbém vivi isso com vc
    Abraços
    Rita!!!

    ResponderExcluir
  2. Olá Vanessa, que lindo ficou poético teu texto, rsss, sabe que uma das coisas que sinto falta é o contato com os vizinhos, eu praticamente não conheço os meus .
    Beijoca !

    ResponderExcluir
  3. Ameiiiiiiii ameiiiii tempo bom, é verdade não tínhamos quase nada a temer e conhecíamos todos...
    Parabéns me emocionei!

    ResponderExcluir
  4. kkk não sei se choro ou dou risada neste post, eu vivi muitas coisas dessas outras partilhei com meus filhos....mas a emoção tomou conta de mim agora, saudadessssss....tempo bom viu, arrasou!

    ResponderExcluir
  5. kkk que bom que gostou deu trabalho cada coisa que lembrava chorava, ainda bem que não tenho problema de coração.

    ResponderExcluir
  6. Vanessa que coisa mais linda..
    Amei ler o post...
    Ai que tempinho gostoso..
    E quando o disco de vinil tinha um arranhão e a música ficava engasgada?? Ou as fitas K7 se prendiam e estragava tudo??
    Oh coisa boa de se lembrar.. srssrrs
    Beijinhos
    Sheila

    ResponderExcluir
  7. Que lindo Vanessa e que saudades deu desse tempo que está lá atrás, mas tão forte em minhas lembranças...que bom que você me fez relembrar...adorei...beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. Oii Vanessa, sou super desse tempo tbém kkk, amava as pantalonas de cintura alta, e tbém brincava na rua até tarde, pedia a benção p os mais velhos e curtia muito o legião, só não pintei a cara p protestar, mas o resto era bem isso mesmo! Bjooooss

    Tem sorteio no Blog! Bjooooss

    ResponderExcluir
  9. Oii Vanessa, sou super desse tempo tbém kkk, amava as pantalonas de cintura alta, e tbém brincava na rua até tarde, pedia a benção p os mais velhos e curtia muito o legião, só não pintei a cara p protestar, mas o resto era bem isso mesmo! Bjooooss

    Tem sorteio no Blog! Bjooooss

    ResponderExcluir
  10. Bom ver o talento poético. Como escrever "o amadurecimento é a evolução". Sim, ficamos mais sábias. Parabéns Vanessa, espero continuar lendo muito os seus textos. Bjs

    ResponderExcluir
  11. Muito bom, Vanessa. Claro, nenhuma época é perfeita (como podemos ver no filme Meia-noite em Paris). Mas, a percepção de que vivemos uma decadência moral parece-me mais que delírio nostálgico. Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. ¡Aquellos Tiempos!
    En los que las puertas estaban totalmente abiertas y todos eramos más vecinos de palabras.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  13. Oi flor, que lindo o seu post..
    Beijinhos, ps.: Amei o blog tb ><
    Seguindo ;D

    ResponderExcluir
  14. Vanessa é verdade eram outros tempos, também vivi isso e sinto falta de algumas coisas.

    ResponderExcluir
  15. Oi Vanessa!

    Tudo bem, amiga?

    O teu post é muito lindo mesmo. Transmite várias emoções.

    Parabéns!

    Um beijo,

    Cris Henriques

    Blog: http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Vanessa é verdade uma amiga minha engravidou na época acho que tinhamos 14 anos, nossa coitada imagina né...olha nota 10 amei tudo que li e vivi em suas palavras e na realidade.

    ResponderExcluir
  17. Sou e vivi esse tempo! Havia autenticidade, sem dúvida alguma.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  18. Sou e vivi esse tempo! Havia autenticidade, sem dúvida alguma.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  19. Também eu sou desse tempo felizmente!
    Mudaram os tempos, mudaram os valores, pena que se tenha perdido no tempo a única coisa que nunca se deveria perder - o respeito pelo próximo.
    Bons tempos... Beijinho

    ResponderExcluir
  20. Vanessa, seu texto ficou incrível! Muito poético! Adorei :)

    ResponderExcluir
  21. Outros tempos! cuanta nostalgia, saudades, melancolia de mia infancia querida..!
    Beijo, hermosisimo texto.

    ResponderExcluir
  22. Minha querida

    Também sou desse tempo, em que havia tempo para ser criança, saudades de mim.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  23. Olá Vanessa. Também passei por esse tempo e lhe confesso que não era melhor que agora, o seu olhar era diferente, por isso o fantasiava bastante. Porém, também lhe confesso que gostei muito desse período. Já estava voando longe, livre e solto. Parabéns pelo post. Um abração!

    ResponderExcluir
  24. Oi, Vanessa, seu texto literalmente me arrepiou...passei pelas mesmas coisas que você. Só o que me faz brigar um pouco com a vida é por que não pode continuar sendo leve após o amadurecimento. Eu sempre achei os cabeludos um charme, os pais não tinham a mesma opinião, hahaha. Um abraço!

    ResponderExcluir
  25. Vanessa era outro tempos sim, as pessoas tinham vergonha na cara...eu amei seu poema minha vida esta ai.

    ResponderExcluir
  26. AMEI, maravilhoso

    passando para ler e visitar vc

    bjs

    selma

    ResponderExcluir
  27. Seu post no BC ficou uma verdadeira poesia, linda, linda parabens !

    Postei atrasada dessa vez... Link - http://agape-amorverdadeiro.blogspot.com.br/2012/07/4-bc-cafe-entre-amigos.html

    ResponderExcluir
  28. Gostei do modo que expôs a Blogagem, em forma de poema.
    O interessante é que você não expôs somente o que era bom no seu tempo e sim, acentuou também as coisas ruins, como a discriminação.

    ResponderExcluir
  29. É verdade nesse tempo não temíamos a nada e ficávamos até tarde na rua brincando.. pois era seguro.. não é como hj.. eu amava quando era esse tempo.. havia liberdade em tudo..

    ResponderExcluir
  30. Em suma, Vanessa, você era do tempo em que as coisas sérias não eram tratadas como brincadeira e tantas brincadeiras não eram levadas muito a sério. Adorei o post!

    ResponderExcluir
  31. MEU BLOG TAMBÉM ERA ASSIM, SÓ COM TEXTOS MEUS. MAS TIVE QUE MUDAR QUANDO ME PROFISSIONALIZEI.PARTICIPO MUITO DE CONCURSOS E COMECEI A SER ROUBADA EM TEMAS, TÍTULOS, IDÉIAS, CONTEÚDO , ETC...AGORA RARAMENTE ESCREVO CONTOS, CRÔNICAS OU POEMAS NO BLOG.PREFIRO SOMENTE TECER COMENTÁRIOS SOBRE NOTÍCIAS. FAÇO UM TIPO DE JORNALISMO COMENTADO. SOU JORNALISTA TAMBÉM.MEUS TEXTOS SÓ VÃO PARA O BLOG DEPOIS DE PREMIADOS OU PUBLICADOS EM LIVROS.MAS ADORO BLOGAR! BEIJÃO, RITA

    ResponderExcluir
  32. É verdade Vanessa, tudo antes era diferente não era tão liberal como hoje, sinceramente eu detesto minha época, eu acho que nasci na época errada sabe, rsrs. Regaço na escrita, escreve bem demais, parabéns :) bj

    ResponderExcluir
  33. Olá, Vanessa.
    Eu nasci na década de 70, ou seja, paguei a época das fitas k7 (a maior diversão era liga para a rádio para pedir que a música que você gostava tocasse para poder grava-la na fita, ê trabalheira), lps, brincadeiras na rua e, com certeza, crianças mais bem educadas.
    Acho que o problema da juventude de hoje é ter tudo de mão beijada na internet, muitos deles acabam pulando etapas em seu desenvolvimento e tornando-se adultos com graves problemas de socialização.
    Obrigado pelo comentário e por seguir-me, estou fazendo o mesmo.
    Abraço, Vanessa.

    ResponderExcluir
  34. Vanessa querida
    Quanta emoção revelada nas suas memórias e ainda mais em forma de poesia. Passei por estes momentos claro, já que tenho bem mais estrada percorrida nas trilhas da vida. Um belo post minha querida. Adorei.
    Beijinhos doces
    Gracita

    ResponderExcluir
  35. Vanessa querida, com certeza houve muita evolução..me emocionei muito com suas palavras.super bjs

    ResponderExcluir
  36. Vanessa querida, com certeza houve muita evolução..me emocionei muito com suas palavras.super bjs

    ResponderExcluir
  37. Vanessa querida, com certeza houve muita evolução..me emocionei muito com suas palavras.super bjs

    ResponderExcluir
  38. Vanessa querida, com certeza houve muita evolução..me emocionei muito com suas palavras.super bjs

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações