O Resgate da Alma




Você abriu as portas imaginárias do inferno,
E agora não consegue mais fechá-las,
Sem que perceba,
Acostumou-se a viver nele,
Sem que perceba,
Percorre caminhos escuros e solitários,
Que levam a dor e a tristeza.

Mas onde estão as suas forças?
Não compreendo!
Nego-me a acreditar,
Que aceita o inferno como se ele fosse algo natural,
Como se fizesse parte dele.

Ao portas desse inferno permanecem escancaradas,
E sua alma a ele está entregue,
Não compreendo,
Por que não luta?
Por favor, revolte-se contra ele,
Negue-o e saia daí!

Será que não consegue perceber,
Que ao lado do inferno,
Também encontra-se o céu?

A paz e a luz estão a sua espera,
E as mãos de Deus permanecem estendidas ao seu lado,
Elas sempre permanecerão ali,
Na esperança que um dia,
Deixem de ser invisíveis,
Para que você possa agarrá-las.

Quando isso acontecer,
Você compreenderá que viver no céu é possível,
Que é possível encontrar a paz,
Então compreenderá que é possível viver na luz.

Quando chegar esse dia,
Você compreenderá,
Que o inferno e o céu, por nossa escolha, são absolutamente acessíveis.
Então pare de atear fogo no álcool,
Pare de se fazer de vítima,
Pare de se queimar.

Crie coragem e vá a luta,
Resgate sua alma desse inferno,
E depois que ela for novamente sua,
Atire-a nas águas suaves de um mar de amor,
Certamente a maré da paz,
O conduzirá a um céu escondido que habita dentro do seu coração...




Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

22 comentários:

  1. Vanessa, às vezes, estamos acomodados no 'inferno' sem percebermos a paz que se tem fora dele, acostumamos.
    É triste, mas acontece.

    Bjoks

    ResponderExcluir
  2. Muito bom, fato, a gente abre e fecha a porta do inferno, com nossas energias, com nossos pensamentos, e todos temos forças para fechá-la e bloqueá-la, é dificil porque é uma luta constante, mais é preciso.

    ResponderExcluir
  3. Olá Vanessa
    Que lindo poema....
    Quando li seu poema pensei nos viciados que entregaram suas vidas ao inferno e, se quiserem, tiverem força de vontade e com muita ajuda saem passam pela porta o inferno e abrem as porta do céu, onde nesse canto de amor terá uma vida digna.
    Parabéns um milhão de vezes
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde, Vanessa.
    Belo poema.
    Sem dúvida, Céu e Inferno em vida surgem de escolhas somente nossas, e de mais ninguém.
    O pior de quem escolhe viver em sofrimento é passar a achar que outro tipo de vida não é mais possível.
    Abraço, Vanessa.

    ResponderExcluir
  5. Que beleza de texto...parabéns minha irmã estava inspirada.

    ResponderExcluir
  6. Há infernos de onde é muito difícil sair depois de lá entrar...
    magnífico poema, gostei muito.
    Minha amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Oi Vanessa!

    Tudo bem?

    Na vida todos temos períodos de Céu e de Inferno, de Luz e de Trevas. Porém, sem Inferno não encontramos o Céu e descremos na sua existência.

    O Céu e o Inferno é como uma moeda, com as duas faces. Só reconhecemos o Céu, após termos passado pelo Inferno. Isto é crescer. Isto é evoluir.

    Parabéns pelo poema, adorei.

    Um beijo,

    Cris Henriques

    http://oqueomeucoracaodiz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Adorei!
    E hoje eu tive uma notícia muito triste sobre um amigo que se encontra assim, perdido... Essa poesia serve pra ele.

    Beijos amiga xD

    ResponderExcluir
  9. Vanessa. Ótimo texto. Me fez lembrar a minha terapeuta. Ela diz que todo cuidado é pouco quanto à facilidade do acostumar-se a viver mal. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Linda poesia, Vanessa!
    É preciso ter fé e perseverar para mudar de vida, livrar-se do inferno que aprisiona a alma e encontrar-se com o caminho do céu!Maravilhosa mensagem de fé, vida e amor! Beijos!!

    ResponderExcluir
  11. Oi, Vanessa, sem dúvida um texto belíssimo! Vivemos assim, entre o céu e o inferno o tempo todo, e as escolhas que fazemos determina em que lado nós estamos. Forte e tocante! Um abraço!

    ResponderExcluir
  12. Oi, Vanessa, sem dúvida um texto belíssimo! Vivemos assim, entre o céu e o inferno o tempo todo, e as escolhas que fazemos determina em que lado nós estamos. Forte e tocante! Um abraço!

    ResponderExcluir
  13. Criamos o nosso céu ou nosso inferno aqui e agora... Compete-nos a escolha! Belíssima reflexão!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  14. Oi. É isso aí, menina. Uns adoram estar no inferno, outros fazem da vida um inferno e alguns infernizam a vida dos outros. E o pior é que não querem mudar! Ser feliz é muito mais simples do que se pensa. Um abraço!

    ResponderExcluir
  15. Oi, Vanessa!
    Sabe, acho que algumas pessoas ficam completamente perdidas quando estão vivendo um inferno. Não conseguem fazer o caminho de volta, não têm forças. É preciso que aconteça algo, alguma luz, um empurrãozinho, para que elas consigam vencer a inércia e voltar para o céu...

    Lindo texto, Vanessa! Gostei muito!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Tudo aquilo que por muitas vezes
    sofremos é pq nos permitimos de alguma maneira.
    Então tirar o inferno de dentro de
    nós ...somos nós mesmos com força
    e muita fé
    Adorei esse texto ou poema, que vc
    expressa toda boa palavra
    Abraços com carinho
    Adorando tudo como sempre
    Bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  17. Oii Vanessa, saudades, que bom estar de volta, muito bonito o texto, mesmo p aqueles que acham que estão tão mergulhados no inferno que não tem mais solução, Deus está ali esperando p salva-los, gostei muito! Bjooooooooss

    ResponderExcluir
  18. Hola Vanessa, alguno eligen vivir en el infierno aquí en la tierra, porque no se atreven a mirar hacia arriba y contemplar el cielo.

    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  19. Por vezes o inferno faz parte daquela "zona de conforto", por estranho que pareça...

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Olá, passando par conhecer teu cantinho e gostei muito.
    Na vida entramos em muitos infernos e alguns são difíceis de nos livrarmos, as vezes nos acostumamos e nem nos damos conta de que podemos sair.
    Bjos!

    ResponderExcluir
  21. Vanessa...
    Viver é uma arte..
    Gostei muito da mensagem contida em teu belo poema..
    Em frente sempre...

    bjinhos

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações