Menos Ela





Ele tinha tudo o que havia sonhado,
Seu dinheiro o levaria a Marte se assim desejasse,
Sua casa ocupava um quarteirão inteiro,
Possuía mais automóveis do que amigos,
Tinha também uma bela casa nas montanhas e outra bem maior na praia,
Tinha um escritório na Suiça e outro em Berlim,
Tinha tudo que almejava,
Todas as suas vontades eram realizadas,
Era tratado como rei,
E jogava tênis com um Sheik,
Tinha tanto dinheiro que perdeu a vontade de ganhá-lo,
Não sabia mais onde gastar,
Enquanto vivia no vazio do seu coração,
Sua fortuna no banco multiplicava-se.

Não conformava-se com sua situação,
Não acreditava que tinha tudo o que queria,
Menos ela,
Ele faria qualquer coisa para voltar no tempo,
Daria todo o seu dinheiro se preciso fosse,
Para passar uma noite a mais ao lado do seu grande amor,
Vivia perdido nas lembranças que o torturavam.
Ele não conseguia esquecê-la, ela vivia intensamente na sua memória.

Dentro dos seus pensamentos,
Lembrava-se daquelas mãos suaves que faziam-lhe carinho,
Das noites que passaram juntos,
Dentro de um pequeno dormitório quando ele ainda não tinha muito dinheiro,
Mas aqueles foram os seus melhores momentos,
O quarto era humilde mas caloroso,
Lembrava-se com lágrimas nos olhos,
Daquela boca macia que dizia-lhe ao pé do ouvido o quanto ele era amado.

Infelizmente, ele não deu-se conta,
Preocupou-se tanto em fazer fortuna,
Que a simplicidade dela incomodava-o,
Ela tinha inúmeras virtudes,
Mas ele não enxergava nenhuma,
Ela sempre admirou-o, mas ele nunca admirava-a,
Pelo contrário,
Preocupou-se tanto em explorar os limites do céu,
Que acabou esquecendo-a sozinha na terra,
Sem que ele pudesse entender,
Percebeu que todo o seu dinheiro não era capaz de comprá-la.

Ela queria algo além de bens materiais,
Queria um ombro amigo,
Palavras de carinho,
Pequenos gestos que para ela não tinham preço,
Ela queria um colo para encostar sua cabeça,
Queria que ele a ouvisse sem julgá-la pelo menos uma vez na vida,
Queria que ele a entendesse e visse nela algum brilho,
Ela esperava que ele a valorizasse pelo o que ela era e não pelo que tinha,
Ela não possuía nada, nada além de amor,
E para ela, bastaria se ele tivesse pelo menos compreensão.

Mas ele permaneceu ocupado demais,
E preocupado demais em ganhar dinheiro,
Tanto, que conquistou tudo o queria,
Menos ela,
Também não preocupou-se em conhecê-la por dentro,
No fundo do seu interior, nunca soube de verdade quem era aquela mulher,
Ele apenas amava freneticamente aquele corpo que tanto dava-lhe prazer,
Nada mais,
Era impossível que o caos dos olhos dele vissem a beleza escondida na alma dela,
Então desvalorizou-a por não ser como ele e perdeu-a para quem a escutou.

Ele tinha tudo o que dinheiro era capaz de proporcionar-lhe,
Tinha poder,
Posição social,
Comprava tudo,
Era dono de tudo,
Podia tudo,
Tinha tudo,
Tudo,
Tudo,
Tudo,
Menos ela...

Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

27 comentários:

  1. Que lindo Vanessa, pena que muitos só dão valor quando perdem esse dito tão batido é a mais pura verdade.
    Tenho tudo menos ela....

    ResponderExcluir
  2. Uauuuu.... jogasse duro em amiga???
    Mas é pura verdade. Fantástica a crônica. Parabéns!
    Beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  3. Incompatibilidade crônica. Não tem jeito. Mundos invisíveis diferentes.
    Adorei! Excelente.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  4. não tinha a verdadeira alegria, a paz, a tranquilidade.
    Lindo texto!
    Tenha um lindo fim-de-semana.Bjs

    ResponderExcluir
  5. Ohh lindo demais e verdadeiro!
    Bjinhos amiga e um fim de semana feliz XD

    ResponderExcluir
  6. Perfeita Historia vamos valorizar mai as pessoas !

    http://alguemparaconversa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Isso de fato acontece, já vi acontecer, o cara sobe muito de posição social acumula fortuna, e a mulher mantem a simplicidade até que tornam-se incompativeis! Adorei! Bjooos

    ResponderExcluir
  8. É engraçada essa coisa do ter tudo e não ter nada ao mesmo tempo.
    cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  9. A saudade,
    é um sentimento que
    com o tempo traz tristeza,
    que com a alma traz esperança,
    e que se apoia na amizade.
    *Verônica Januário Luz*.
    Eu me apoio na sua amizade para
    continuar seguindo minha história .
    Sua visita e seu carinho me ajuda
    a transpor barreiras nesse momemto .
    Deus sempre é mais forte que a angústia.
    E ele esta sempre presente na minha vida
    continuarei levando minhas visitas
    da forma que me for possivel
    de estar sempre presente .
    Não devo e nem posso me isolar das
    minhas amizades por ñ estar conseguindo teclar.
    Pode haver muitos Amigos em nossas vidas, mais amizades verdadeiras
    para mim é para sempre.
    Por isso falar sobre problemas , meus sentimentos,
    não da soluções para todos os problemas da minha vida, dúvidas ou medos,
    mas me ajuda a viver mais feliz.
    Agradeço de todo coração pela sua amizade
    e seu carinho.
    Estou triste por não ser compriendida
    por levar cola nas minhas visitas.
    Na próxima semana vou fazer uma postagem.
    Não tenho duvidas ,que a pessoa que me aborrece tanto
    vai sentir vergonha de si mesmo.
    Foi esse o motivo do meu afastamento por uma semana
    receber mais insultos .
    A falta de instrução e educação infelizmente
    não tem limites.
    Não fique triste comigo por desabafar
    ao fazer isso é porque tenho certeza da sua amizade e carinho por mim.
    Desesejo um abençoado Final de Semana
    paz e luz.
    Beijos com saudades.
    Evanir..
    Posso postar seu poema no meu blog?
    Ñ imagina quanto gostei.

    ResponderExcluir
  10. Ele tinha tudo...
    e não se deu conta que na verdade não tinha nada.
    Perdeu o que poderia ter tido, ela!

    ResponderExcluir
  11. O dinheiro compra tudo menos os sentimentos e a nobreza de alma. Ele é tão rico quanto pobre!
    Lindo. Beijinho

    ResponderExcluir
  12. El mayor patrimonio y riqueza es tenerse a uno mismo, porque lo demás es tangible y siempre, teniendo suerte, podemos acceder a ellos. Para acceder a nosotros mismos hay que tener algo más que fortuna...Hay que estar y ser uno mismo.
    Preciosa Entrada, me ha encantado.
    Un abrazo.

    ResponderExcluir
  13. Vamos aquele velho ditado!

    A gente só da valor, as coisas depois que perde
    É assim a ganancia deixa para traz
    as boas virtudes e faz o ser humano pior
    Um conto maravilhosos que mostra o
    que é ser egoísta, Gostei muito e
    faz a gente refletir na caminhada da vida!
    Bom final de semana bjuss
    Rita!!!!

    ResponderExcluir
  14. ser ou não ser eis a questão.Beijos de luz

    ResponderExcluir
  15. Es triste, a ela le hace falta una flor...
    Um abrazo.

    ResponderExcluir
  16. Agradavel a sua escrita

    CONVITE

    Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
    Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, leve e dinamico. Palpitamos sobre quase tudo, diversificamos as idéias. Mas, o que vale mesmo, é a amizade que fizermos.
    Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
    Abraços do
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Agradavel a sua escrita

    CONVITE

    Primeiro, eu vim ler o seu blogue.
    Agora, estou lhe convidando a visitar o meu, e se possivel seguirmos juntos por eles. O meu blogue, é muito simples. Mas, leve e dinamico. Palpitamos sobre quase tudo, diversificamos as idéias. Mas, o que vale mesmo, é a amizade que fizermos.
    Estarei grato, esperando VOCÊ, lá.
    Abraços do
    http://josemariacostaescreveu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Um sótão cheio de lembranças
    Escrevi no pó palavras sem nexo
    Retirei uma cartola de uma caixa de cartão
    E senti ao toque o poder da ilusão

    Ilusões…
    Um cavalo de pau perdido ao carrocel
    Uma estola de um bicho qualquer
    Uma escultura talhada a cisel

    Uma foto a preto e branco
    De uma mulher sem rosto
    Uma janela virada para nenhum lado
    Uma traquitana a imitar o sol-posto

    Bom fim de semana

    Mágico beijo

    ResponderExcluir
  19. Oi, Vanessa, que lindo...De que adiantou tanta fortuna se não soube enxergar a beleza de quem estava do lado? Esse é um dos meus temores. Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. El dinero no compra la felicidad.
    te dejo un saludo.

    ResponderExcluir
  21. Minha querida

    O dinheiro compra tudo menos a felicidade verdadeira...um texto muito verdade de tantas vidas.

    Beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  22. Blog muy bonito e interesante. Saludos desde Polonia;))

    ResponderExcluir
  23. Uma pessoa totalmente infeliz e vazia que pena. Parabéns um lindo poema.

    ResponderExcluir
  24. O amor é complicado, o arrependimento forte e a saudade tortura. É uma situação triste, mas acho que muita gente está nessa.

    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Lindo Vanessa! Os aprendizados da vida.... Um abençoado início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. E acontece tantas vezes assim...
    Gostei muito :)

    ResponderExcluir
  27. Oi Vanessa. Pois é, quando as pessoas se concentram apenas em ter, e ter e ter mais, quando se dão conta, perderam o que tinha realmente valor.
    Obrigada pela vizitinha, e pelo comentário.
    Beijo carinhoso.

    http://falandocomosmeusbotoes.blogspot.com

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações