Traduzida Pelo Silêncio





 Ao mergulhar no teu íntimo o inusitado aconteceu,
 Meus sentimentos acinzentados,
 Sem brilho e sem realce, foram milagrosamente tingidos pelas cores do teu brilho, 
 Enquanto a lua deixava a noite, 
 Tua luz colorida e vibrante sobrevoou a minha pele,
 Iluminou a minha vida e acendeu meu coração,
 Nosso contato ultrapassou os limites do corpo e chegou a alma,
 Naquele momento raro e inexplicável,
 As palavras não foram necessárias,
 E a nossa paixão foi traduzida pelo silêncio.

E na tradução do silêncio nu e crú, meus pensamentos buscavam os teus,
Em segredo, eu desejava que você permanecesse em mim,
Com a mesma intensidade que eu permaneceria em você,
E as palavras foram traduzidas por olhares,
Eu desejava que você mergulhasse dentro dos meus olhos,
E fosse de encontro com meus pensamentos,
Para lê-los.

Lendo-os você descobriria minhas vontades,
E iria me amar por tempo indeterminado,
O adeus não existiria,
E ficaríamos juntos até sempre.

Então me traduzi para que você me compreendesse,
E fiz do meu corpo as minhas frases.

Meus carinhos disseram,
O quanto você era especial,
E o quanto a tua presença iluminou-me por inteira.

Sem que eu entendesse,
Teu beijo reinventou-me,
Eu já não era mais a mesma,
Havia deixado de ser acinzentada,
Para ser traduzida em cores,
E naquele momento mágico e tão meu,
Eu quis me traduzir em você como "inesquecível".

E assim o fiz,

Antes que o sol nascesse,
E amanhecesse um novo dia,
Sem que eu precisasse das palavras,
Deixei traduzido no teu corpo,
O meu silêncio...



Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

26 comentários:

  1. Vanessa querida, que poema maravilhoso, você disse tudo muito lindamente...AMEI...beijinhos no coração linda poetisa

    ResponderExcluir
  2. Lindo demais minha escritora preferida, lindo demais!

    ResponderExcluir
  3. Lindo poema Vanessa, traduzindo com maestria o início de uma nova paixão após um período "cinza".


    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Perdi o Fôlego! Intenso, vibrante, perfeito.
    Adorei!
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  5. Olá!Boa tarde!
    Tudo bem?
    ..poema encantador e belo...
    "Reinventemos o amor, num presente sem dor.
    Recomeço sem passado, nem futuro promissor,
    apenas... Seja como for..."
    Boa semana!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Um Poema dos Sonhos de Amor!

    Meus carinhos te disseram,
    O quanto você era especial,
    E o quanto a tua presença me iluminou por inteira.

    Maravilhoso!!

    Bjusss com todo amor e carinho Mamis!!!

    ResponderExcluir
  7. Oiii Vanessa, tudo de bom ser traduzida desta forma silenciosamente tão intima, lindo texto! Viu a sorte da sua irmã que legal, bjoooss e ótima semana!

    ResponderExcluir
  8. O amor, às vezes precisa mesmo de traduções.
    Seja pela palavra ou, na falta dela, pelo corpo.
    Magnífico poema.
    Vanessa, querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Um poema que não precisa de tradução, pois é sentimento puro e nobre - o amor!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  10. Escreveste lindamente traduzida pelo silencio. Traduzir o amor é divino, não importa a forma,o vale tudo.

    Beijos e ótima semana.

    ResponderExcluir
  11. Prezada amiga,

    a expressão "sentimento acizentado" denotando solidão, tristeza ou coisa que valha, já valeu por todo o poema!

    Belo escrito, minha cara!

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  12. Esta aí o tipo de silêncio que vale a pena, aquele que imprime no outro a dimensão de um sentimento. Lindo, um abraço!

    ResponderExcluir
  13. Muito linda sua poesia!
    No silêncio são traduzidos muitos sentimentos e que muitas vezes as palavras ñ conseguem.

    Bjinhos XD

    ResponderExcluir
  14. Olá, li um comentário seu no blog da Smareis e vim conhecer o seu, aliás gostei muito; já o sigo. Convido=lhe visitar e seguir o meu.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Vanessa, que coisa mais linda e delicada! Conseguiste expressar um grande amor em palavras doces... Adorei! Excelente terça-feira! Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,

    vim agradecer o seu carinho em um dia feliz para mim.

    Como é bela a sua poesia!

    Voltarei para me enebriar com ela, em um momento mais tranquilo e com o tempo que desejo, para dedicar a ler-te e mergulhar em seus sentimentos e palavras tão lindas.

    Beijos e obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Como sempre, vc está maravilhosa. Seus textos refletem uma essência própria de escritora, que eu ainda vou ver famosa.Abraços mil

    ResponderExcluir
  18. Boa tarde :)
    Adorei o poema *-*
    Tão bom ver pessoas como você,uma poeta de verdade >.<

    Beijos e cuide-se

    RIMAS DO PRETO

    ResponderExcluir
  19. Nossa que lindo escritora, parabéns.

    ResponderExcluir
  20. oi to passando pra dizer um oieeee
    e te desejar uma bela noite..xauzinho bjs
    nossa seu poemas são lindos sempre me encanto com suas poesias parabens
    http://segredosdeumamulherapaixonada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Mais uma obra de arte sua, parabéns.

    ResponderExcluir
  22. Super bonito. Uma bela sincronia...

    Beijos,

    ResponderExcluir
  23. Vanessa:
    Fiquei deslumbrada com teu blog.
    Tu és uma escritora nata. Publique teus poemas.
    Adoro tuas poesias.
    Abraço virtual
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  24. Olá Vanessa, como é belo e lindo o seu cantinho!
    Vim conhecer e fiquei encantada com a sua poesia!

    Escreve suavemente, lindamente!
    Adorei encontrar amigos em comum por aqui também!
    Puxa, isso é fantástico!!

    Agradecida por estar aqui, conhecendo tão belo espaço!!
    Tenha um maravilhoso fim de semana querida!!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  25. Fluis como a sombra
    após as delicias e o prazer.
    Cerca-te um brilho transparente,
    breve canto de sol
    onde retocas a rebeldia de um poema...

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações