Livro Aberto





Olhe nos meus olhos,
Antes que você tente decifrar o que eles escondem,
Deixe que eu  revele os meus segredos,
Não tenho o que temer,
Minhas palavras são claras como o dia,
E minha vida é um livro aberto,
Meu desejo, é que nas páginas em branco, você escreva nele a nossa história,
Faço questão que seja assim.

Quero que saiba,
Que santa não sou,
Mas também não sou tão ruim,
Estou em processo de amadurecimento e evoluçao,
E portanto digo que nunca serei perfeita,
A perfeição é um desafio, que requer a grandeza da evolução,
Uma dádiva que pertence somente ao criador,
Só  Ele tem o poder de ser perfeito,
Sugiro deixarmos a santidade e a perfeição de lado,
E falarmos do que está ao nosso alcance.

Tem tantas coisas que quero contar,
Tantas experiências que eu vivi,
Entre elas dores, decepções, conquistas e alegrias,
Já senti na boca o sabor doce do mel e o amargo do fel,
Cai em abismos profundos a ponto de perder a esperança na vida e em mim,
Já fui destruída impiedosamente,
As vezes tenho a impressão de ter estado morta por um tempo que parecia indeterminado,
Mas confesso que fui capaz de me reconstruir,
Mesmo estando dentro de um abismo,
No fundo da minha alma fui encontrando forças para buscar a saída,
Até que chegou um dia que eu não tive mais que escalar aquelas rochosas paredes para sair na rua,
Era só abrir a porta, que eu enxergava o horizonte,
Percebi entao que o abismo não existia mais,
O tempo encarregou-se de exterminá-lo.

Também quero que saiba, que já me arrependi de todo os meus erros,
Pretendo daqui por diante não cometê-los mais,
Sei que existirão outros, e terei que superá-los com a mesma intensidade,
Mas garanto que no futuro, pretendo ser exatamente quem sou agora,
É essa pessoa que quero que conheça.

Prometo  dizer só a verdade,
Por isso te peço, não me julgue e nem duvide das minhas palavras,
Não use o que eu  disser contra mim,
É covardia.

Então proponho um trato,
Não julgarei,
Nem usarei suas palavras contra você,
Para mim não importa quem você era,
Nem de onde veio,
Só importa,
O que será para mim daqui por diante.

Mas se depois de tudo o que eu disser,
Você resolver ir embora,
Entenderei,
E sem ressentimentos,
Desejarei que siga seu caminho em paz e que encontre um outro livro aberto,
Para que você possa escrever nele a sua história...






Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

17 comentários:

  1. Ual!

    Esplêndidos versos. Um transbordar poético sutil e ao mesmo tempo intenso...

    Um ótimo final de semana para você!

    ResponderExcluir
  2. Só somos Um Livro aberto para quem queremos!!
    e sua entrega revela o amor na sua alma!
    seus escritos deveriam ser editados!
    tente, p.f.

    te quero muito amiga
    beijo na alma

    ResponderExcluir
  3. Lindo o trecho em que diz ser um livro em branco e convida o outro a escrever uma história com você. Lindo também explicar que não é perfeita, mas que está em evolução. Um poema transparente e aberto, um convite à uma construção de vida em conjunto. Adorei. Um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo...

    Bom fim de semana Vanessa.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  5. Uau, vc consegue sempre se superar, PARABENS!

    ResponderExcluir
  6. Vanessa, no existe el ser perfecto, sería muy aburrido, me gustan las personas que también se equivocan porque el ser humano
    tiene falencias, tristezas, alegrías,
    y éso es lo que hace hermoso vivir.

    Un abrazo, buen fin de semana.

    ResponderExcluir
  7. Que lindo,nossa me emocionei
    com certeza escrever,a no livro
    da vida è uma graça,parabèns
    adorei como sempre bjussss

    ResponderExcluir
  8. Pois é, quem não cometeu erros que atire a primeira pedra, a pior coisa é ser julgado por algo que não fizemos, uma pena quem pede tempo com isso, com certeza deixará de escrever uma bela historia de amor.
    Excelente me vi em vários trechos deste poema, ainda bem que estamos escrevendo nossa bela historia juntos.

    ResponderExcluir
  9. Que lindo amiga!
    Gostei muito do texto e me identifiquei com tudo. Parabéns pela sensibilidade e colocar tão bem em versos!
    Bjoss XD

    ResponderExcluir
  10. Com um coração aberto assim quem resistirá diante de tanta remissão e sinceridade, lindo, ótimo p uma declaração de reconciliação! Bjooooss Bom finde Vanessa!

    ResponderExcluir
  11. Oi Vanessa que lindo poema, parabens, um livro aberto de intensa emoção e sensibilidade,esse dom que o criador te deu de escrever com a alma.
    Muito lindo seu espaço, estou seguindo e feliz por conhece-la.
    Bjs no coração e afagos na alma.
    vanderlei

    ResponderExcluir
  12. Olá, querida
    A consciência do erro é divino!!!
    Perseverar e lutar no auto conhecimento...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  13. Os nossos olhos são, sim, um livro aberto, para aqueles que páram e os olham...

    ResponderExcluir
  14. Muito lindo VANESSA, parabéns parecia que estava falando com meu ex-marido, kk




    Por Favor vc sabe o que houve com o Blog da Patricia Sei que Deus Existe??? To tentando acessar mas não consigo.

    ResponderExcluir
  15. Ola! Dizer que estes escritos são lindos, é pouco. Mas acho que a linguagem humana ainda é pobre para exprimir em palavras tanta sensibilidade. Pare bens pelo blog, Parabens pelas imagens. Parabéns pelas poesias. Lhe deixo votos de paz e luz!!!!

    Manoel

    ResponderExcluir
  16. Belas palavras Vanessa.

    Nunca é bom querer saber sobre o passado. A resposta quase nunca vai agradar. Livro aberto, folhas em branco e bola pra frente.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações