Jamais




Ainda permaneço imóvel olhando para a tua foto, que está na cabeceira da minha cama,
Mergulho profundamente dentro de mim,
No fundo do meu eu encontro-a misturada entre as minhas lembranças,
Volto no tempo para encontrá-la,
E naquele momento estou ao teu lado,
Agora, só posso encontrá-la assim,
Estamos juntas num passado que ainda é tão presente na memória,
Como eu gostaria de vê-la novamente,
Nem que fosse por um minuto ou apenas alguns segundos,
Sei que é impossível vê-la novamente aqui na Terra,
Agora você não pertence mais a este mundo,
Mudou-se para outra galáxia para ficar mais perto das estrelas,
Teve que nos deixar para ser livre,
É um tanto quanto inexplicável a sensação da perda,
Ainda não encontrei as palavras certas para definir meus sentimentos,
Então, para que me conforme, penso que poderei vê-la nos meus sonhos,
Dentro deles tudo é permitido,
Lá nossos mundos tornam-se um,
Dessa forma, ameniza-se a saudade dentro do peito.

Para mim você se fez inesquecível,
E sempre será,
Mas na eternidade nos reencontraremos,
Até lá,
Jamais te esquecerei,
Jamais me esquecerei do som da tua voz, e da tua risada descontraída em dia de festa,
Jamais me esquecerei do teu perfume e do teu olhar,
Jamais deixarei de chorar quando escrevo pensando em você,
Jamais...
Jamais...




Jamais te esquecerei Ana Luiza...(Minha tia que se foi...)
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

25 comentários:

  1. Jamais é muito tempo; nada nessa vida é definitivo, e quem sabes ainda vais rir muito...com este que hoje te fez chorar**
    Beijinhos, vai me ler, se puderes, há´muito não te vejo por lá.
    Mery*

    ResponderExcluir
  2. Oi Mery,

    Acho que nao entendeu meu texto...

    Abçs

    ResponderExcluir
  3. Vanessa, ano passado perdi uma tia extremamente querida, a cereja do bolo dos festejos familiares. É uma dor que nada supera. Lindo texto, um abraço!

    ResponderExcluir
  4. Minha querida

    A saudade de quem parte fica para sempre dentro de nós, com o tempo vai sendo menos doída e mais doce.
    Uma homenagem sentida, que a sua tia de certeza que LÁ, onde está sente.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, a gente não esquece jamais.
    Lindo este seu texto.
    Um beijo

    ResponderExcluir
  6. Linda amiga querida, Vanessa é mesmo assim, pois em nossa mente e coração nossos entes queridos vivem pra sempre, eu sei muito bem como é essa saudade, de vez em quando aperta e aí minha linda a gente escreve, chora em esperança de que possamos sonhar e assim matar nem que seja só um pouquinho essa dor da saudade!
    Abraços minha linda, até nessa dor há felicidade, podes crer!!!
    Beijos em seu lindo coração.
    Ivone

    ResponderExcluir
  7. Ficar emocionada com esse Poema
    pra mim já é natural,sei o que
    está sentindo,e eu tbém choro
    a saudade que se foi,e que vai
    ficar pra sempre em novas memérias
    Abraços de um belo dia..Rita

    ResponderExcluir
  8. Vanessa, ao ler este seu poema olhei para dentro de mim mesma, senti igual, a suadade do riso, a suadade do perfume e as lágrimas cairam-me pela face. Já passaram 3 anos que a minha irmã Minda partiu e no entanto está sempre presente. A vida continua para quem fica, mas nunca mais nada é como era, recordo-me sempre da alegria que ela tinha e de como nós nos divertiamos, sim a vida continua mas com um vaziozinho no peito...
    Adorei o seu blog. Adorei as suas palavras.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir
  9. Seres especiais que passam em nossas vidas e permanecem para sempre em nosso coração. Beijinho

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga...Postei em meu blog um pedido singelo aos amigos.Me perdoe se este comentário é "colado", mas tenho certeza que você saberá entender que agora "corro contra o tempo" para saber o TEMPO de cada um de vocês.Aproveito para desejar-lhe uma ótima quarta-feira,de muita luz e de muita paz.Estou lhe aguardando em meu blog!
    Fique com Deus!Abraço amigo, "Rubi".

    ResponderExcluir
  11. Oi Vanessa, que linda homenagem. Sou a favor de um luto bem vivido, sentido, respeitado. COm o tempo td vai chegando ao seu devido lugar, mas aquele lugar vazio, vai continuar vazio sempre. A esperança do reencontro é o que nos consola nessas partidas eternas. Deus abrande seu coração. BJo

    ResponderExcluir
  12. Até eu fiquei com saudades agora, procuro não pensar muito, mas as vezes uma comida, um cheiro nos trás a pessoa a mente, mas como disse ela se foi para ser livre.

    ResponderExcluir
  13. Só quem já sofreu alguma perda consegue saber verdadeiramente a dimensão da dor.
    Mas, também acredito que um dia nos reencontraremos todos, para além desta vida. Por isso, nunca digo adeus...
    Beijinhos e acredita que ela não se foi, apenas mudou de condição :)

    ResponderExcluir
  14. Hola, concisas y precisas letras van desnudando a golpe de talento le germinal pureza de este blog, si te va la palabra encadenada, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
    gracias, buen día, besos afines..

    ResponderExcluir
  15. Linda homenagem cheia de saudades porém com o alento do reencontro que certamente ocorrerá, meus sentimentos! Abraços

    ResponderExcluir
  16. É uma dor quando pessoas que amamos se vão, mas ficam os bons momentos que descreveste no teu poema. Bjs

    ResponderExcluir
  17. Jamais esqueceremos quem se foi, tive perdas muito profunda que jamais um dia irei esquecer.Pessoas que eu amava divinamente.

    Que outono que começa seja de muitas alegrias.
    Ótima semana pra ti!
    Beijos grandes!

    ResponderExcluir
  18. Ah que lindo Vanessa.
    Não tem como não ficar com os olhos repleto de lágrimas.

    Um grande beijo e um grande abraço.
    Sua tia sempre estará dentro do seu coração, e em um lugar bonito do céu.

    ResponderExcluir
  19. Nunca diga nunca mais serei feliz! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo texto!
    Algumas pessoas passam em nossas vidas e permanecem sempre!!

    Bjinhos XD

    ResponderExcluir
  21. Vanessa, querida, a perda de uma pessoa querida deixa-nos com a sensação de que nunca encontraremos a palavra certa para dizer da saudade, de uma tamanha dor, ou do sentimento que nos une a essa pessoa....Mas você encontrou sim!!!Disseste tudo o que nos invade nessa hora. Seu texto veio de encontro ao que senti e sinto com a perda de meu querido irmão.Me emocionei!Lindissima homenagem ! Beijos sensíveis!

    ResponderExcluir
  22. Por mais que a distância seja um grande amor nunca se é esquecido, a saudade sempre fica viva dentro de nós, lindo texto Vanessa, Vanessa fiz uma página de selos para os amigos se você quiser levar algum fique a vontade amiga,não tem regras clique no link:
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br/p/selos-para-os-amigos.html

    ResponderExcluir
  23. Ficou linda demais esta homenagem, saudades sim tristeza nunca, pois a Ana era alegre, e jamais iria permitir que ficássemos abatidos pela perda dela....tia onde estiver saiba que a amo sempre, apesar de tudo sei que esta melhor, pois se libertou...voa voa minha andorinha...faça seu ninho no alto da rocha...liberdade sempre.

    ResponderExcluir
  24. Simplesmente sensacional e comovente.

    Meus sentimentos pela sua perda Vanessa.


    Abraço.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações