Meu doce lar


Dentro do seu interior escondo-me,
És meu refúgio, minha fortaleza,
Meu castelo encantado,
Fonte da minha inspiração,
Lugar sagrado onde busco a paz,
Sentada no banco de madeira da varanda observo o jardim,
Torno-me parte dele,
Entre o verde das folhas e o colorido das flores,
Dissolvo-me,
Com os pés dentro da água azul da piscina,
Sinto sua energia em êxtase,
Torno-me parte dela,
Diluo-me na água morna aquecida com o calor do verão,
Reconstituo-me nos tijolos entre suas paredes,
Meu doce lar,
Lugar secreto só meu, aqui realizo meus desejos,
Aqui vivo intensamente os meus sonhos,
Aqui faço planos para o futuro,
Aqui vivo minha alegria,
Aqui recebo quem amo,
Aqui vivo em harmonia.
Meu doce lar,
Esconderijo meu,
Isso é um segredo meu e seu...




Este é o meu doce lar...

Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

18 comentários:

  1. Ola, @escritora

    Como descreve tão bem esse recanto, esse refúgio, onde tudo é tão doce, onde se é autêntico e o nosso eu transborda e se sente em paz.

    Minha querida, que sensibilidade a sua, e como transforma essas palavras na chave dourada da felicidade.

    bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  2. Nada melhor que nosso lar quando recheado de amor.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Haverá sempre um lugar do qual somente nós temos a chave de acesso...


    Beijos,
    AL

    ResponderExcluir
  4. Delicia de lar, nosso castelo de ilusões, de realizações de encantos e desencantos, nada melhor que o nosso lar como já disse "Dorothi"
    Abraços"

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, linda Escritora, quão bem descrito aqui o sonho de toda alma, ter um lar lindo para poder se aconchegar, se integrar nele, isso não há nada que pague é mesmo muito lindo isso!
    Desfrute sim com toda liberdade!
    Seja sempre feliz, sempre!
    Assim também me sinto em meu recanto sagrado do meu lindo lar abençoado!!!
    Que suavidade é esse seu poema, me encantou! A mim soou como uma linda oração de agradecimento!
    Que linda és!
    Beijos!
    Ivone

    ResponderExcluir
  6. Nada melhor que o nosso doce lar,
    seja ele muito bom, assim-assim
    ou mau, é sempre o nosso Lar,
    o nosso melhor sítio.Mas o seu
    exteriormente tem muito bom
    aspecto.
    Beijinhos e goze-o bem.
    Irene

    ResponderExcluir
  7. Lindo lar, amei o post... belas palavras...
    Att.,
    Luks

    ResponderExcluir
  8. Lar doce Lar,que bonito ver assim
    com as luzes acesa,e mostrar o seu
    Lar em poesia ,deixa tudo mais romântico....Lugar bem aconchegante
    abraços!!

    ResponderExcluir
  9. Ôi! Passando pra convidar! Tem post novo e presente muito especial! Vem! Cada coração amigo conquistado, é mais uma luzinha a iluminar a nossa estrada! Uma terça-feira radiante e abençoada! Abraço fraterno e afetuoso! Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  10. Nossa casa é o melhor aconchego que podemos encontrar. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  11. Que torna-se doce e torna-se lar exatamente pq vc assim o faz.
    Deus o abençoe!

    ResponderExcluir
  12. Se não temos essa visão do nosso lar, ele acaba por não nos seduzir...
    Excelente poema, querida amiga Vanessa. Adorei as tuas palavras.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  13. Estes segredos bonitos, esse viver junto com o outro, no macio e lugar quentinho do coração.

    Belo Vanessa!
    Parece música!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Belo poema, minha casa é meu porto seguro, esta é foto da sua casa?
    Parabéns extremo bom gosto.

    ResponderExcluir
  15. Sim Patrizia, esta é minha casa, meu pedaço de paraíso.

    Aproveito para agradecer a presença de todos, cada comentário é sempre muito importante para mim.

    Saudações sempre!

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações