A Deriva


Perdemos os remos do nosso barco,
Sem que percebêssemos, a maré arrastou-os para bem longe de nós,
Permanecemos a deriva.

Que ironia do destino.

Tínhamos todas as direções possíveis,
Norte, sul, leste e oeste a nosso dispor,
Agora não temos nada,
Sem opção dependemos do vento,
Para nos levar a um lugar seguro,
Ele decidirá por nós.

O tempo passou levando com ele nossas expectativas,
Acostumamos a ser expectadores da nossa vida,
Imóveis,
Perdidos,
E sem vontade,
Permanecemos sentados olhando o horizonte.

De repente, avistamos  ao longe,
Provavelmente uma pequena ilha,
O vento leva-nos em sua direção,
A nossa salvação está ali,
Alguns metros a nossa frente.

Atiro-me na água em desespero,
Nado incansavelmente até a ilha,
Ao chegar na praia exausta,
Um sorriso de esperança nasce em meu rosto.

Olho para o lado e percebo que estou sozinha,
Busco-te aflita,
Você permanece inerte, sentado no mesmo lugar,
Parada na praia sem entender,
Permaneci olhando-o, até o vento levá-lo para longe dos meus olhos.
Pouco tempo depois um navio resgata-me,
E leva-me de volta a realidade,
Refaço minha vida.

Enquanto você,
Permanece imóvel naquele barco,
Sem direção,
Por opção,
A deriva,
Arrastado pelo vento,
Sem respostas,
Em conflito,
Depressivo,
Perdido na tua solidão interior.

Mesmo assim, ainda sei que tenta encontrar-se,
Sozinho,
No mar,
Arrisca-se,
A deriva,
Na ânsia de encaixar-se em si mesmo...





Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

22 comentários:

  1. Forte! muito forte!
    Adorei.
    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  2. Realmente um Poema bem profundo
    vem la do fundo da alma,mas muito
    bonito....Com palavras bem colocadas
    forma um amor perdido no barco a
    Deriva!!!!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei à deriva ao sabor das tuas palavras. Meu navegar foi tranquilo e conflituoso. Gostei.
    Um grande bj

    ResponderExcluir
  4. Belo, belo amiga, fortes palavras... Bjinhos no coração XD

    ResponderExcluir
  5. Oi querida amiga Vanessa. Muitos de nós passamos por essa vida a DERIVA, sem saber que rumo tomar. Teu texto mostra exatamente isso. Um grande beijo. FIQUE COM DEUS.

    ResponderExcluir
  6. Muito lindo VAnessa, tem pessoas que preferem ficar a Deriva no seu barco sozinhas, mas logo percebem que não fizeram a escolha certa, dai dependem da sorte para retornar! Bjooooss

    ResponderExcluir
  7. Há alturas em nossas vidas, que nos deixamos ir à deriva. O importante é mesmo o desejo de nos encontrar-mos e chegar a um porto seguro. Achei lindo.
    Beijinho

    ResponderExcluir
  8. É... isso acontece com muitos
    de nós no decorrer da caminhada,
    Que bom quando enxergamos que
    podemos saltar do barco..., beijo

    Estou vindo te visitar pouco, porque
    meu pai está doente.

    ResponderExcluir
  9. Parebéns Vanessa, esse texto foi de uma intensidade ímpar.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Obrigada pela visita.
    Gostei muito do seu blog. Identifico-me imenso com a sua forma de escrever. Voltarei cá com certeza.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  11. Me has emocionado con el poema, si me lo permites pasaré a visitarte seguido.

    Un gran saludo.

    ResponderExcluir
  12. Vanessa,
    seu texto tocou fundo na alma!
    Você está coberta de razão ao afirmar que ficamos a deriva, por opção. Mudar o rumo depende sempre de nós mesmos, basta força de vontade. E não é por perdemos os "remos" que devemos deixar o "vento" nos conduzir.
    Parabéns, texto belíssimo!

    ResponderExcluir
  13. Encontrar-te;
    O mar em seu
    vai e vai,
    talvez nos ache.


    Seguindo-te.
    Aqui,
    Há beleza.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom, o desencontro de almas que não se entendem, um segue em frente o outro as ondas do mar arrebatam.

    ResponderExcluir
  15. Todos querem um tempo para se encontrar,o tempo que move um, não é o mesmo que impulsiona o outro.Cada um, a seu modo, deve se redescobrir sem preguiça,sem vergonhas e sem medo.Beijo de carinho.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  16. Ola amiga,
    Hoje vim agradecer o carinho de sua presença lá no meu cantinho, seja sempre muito bem vinda ao mundo magico do coração!
    um lindo final de semana para voce.

    Muito linda a sua poesia.
    Abraço amigo
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  17. A festa dos 800 já começou! Só falta você! Vem! Uma sexta-feira abençoada e um final de semana iluminado! Grande e fraterno abraço!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/
    http://www.dihitt.com.br/elaineaverbuch
    http://twitter.com/@elaineaverbuch

    ResponderExcluir
  18. Adorei a poesia muito tocante, mexe com a gente, vim te desejar um bom final de semana, beijos.
    www.lucimarestreladamanha.blogspot.com

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações