O Terapeuta

Wilson era um homem de cinquenta anos, diretor geral de uma empresa multinacional,
sempre teve um padrão de vida alto, morava em uma mansão com muito conforto. Era casado com Margarida, eles tinham três filhos.

Margarida certa vez, teve uma conversa bem franca com o marido, ela não suportava mais seu comportamento, ele era rude, mesquinho e arrogante, vivia reclamando apesar da boa vida que tinha, era pessimista e colocava defeitos em tudo que estava a sua volta.
As coisas que ele possuía era sempre melhor do que das outras pessoas, não suportava gente pobre, proibia que a esposa e os filhos tivessem contato mais intimo com os empregados que trabalhavam em sua casa. Vivia em eterna cobrança com a mulher e os filhos, dizia sempre que eles poderiam ser melhores, que nada estava bom, por mais que seus filhos se esforçassem para agradar o pai, nunca recebiam um elogio, ou um gesto de carinho.

Margarida estava farta disso tudo, o marido não aproveitava a vida, não viajava, não passeava, não gastava dinheiro com nada, todo o tipo de lazer pra ele era desperdício, dizia que precisava guardar todo o dinheiro que ganhava, fazia muitas aplicações financeiras, tinha um tesouro guardado, mas não gastava com nada.
Margarida pediu ao marido para procurar ajuda de um terapeuta, psicólogo, analista, enfim qualquer profissional que o ajudasse psicologicamente, ele relutou muito, disse que seria dinheiro jogado fora, mas ela pela primeira vez chantageou-o, disse que se ele não procurasse ajuda, ela o abandonaria.

Então primeiramente ele fez uma pesquisa de preços, e fechou com o terapeuta que lhe cobrou mais barato pelas consultas. Depois de quatro meses fazendo terapia, ele chegou revoltado em casa, disse a esposa que aquilo não o ajudava em nada, que aquele homem só queria saber do seu dinheiro, Margarida nesse tempo percebeu que o marido não havia mudado em nada mesmo, pelo contrário, piorava a cada dia. Depois de longa conversa ele acabou se abrindo com a esposa e disse-lhe que não iria mais fazer terapia, porque o terapeuta teve a ousadia de dizer-lhe, que a razão de todos os seus problemas era em função dele mesmo, que ele era o criador e o gerador de todo esse mal, que para começar a livrar-se de tudo isso, ele teria que renascer, teria que cortar e arrancar os defeitos da alma, e replantar uma qualidade a cada defeito cortado, Wilson achou isso uma afronta, um absurdo.

Margarida quando ouviu isso, fez uma pausa, levantou-se e ficou por longos minutos olhando pela janela, enquanto o marido continuava a reclamar, ofendendo com palavras chulas o terapeuta, e antes de terminar com todo aquele xingamento, disse a ela rispidamente, que ele não gastaria um centavo a mais, fazendo qualquer tipo de analise, que se ela quisesse, ela teria que o aceitar como ele era e ponto final.
Terminou seu discurso percebeu que ela estava chorando, mas não disse nada, e nem se importou, saiu do quarto com o olhar frio e voltou para a empresa. Quando retornou a noite, entrou no quarto e havia um bilhete sobre a cama.

“ Quero que agradeça seu terapeuta por mim, foi através dos olhos dele, que pude perceber quem realmente tu és, que estupidez a minha querer mudar as características que estão impressas na sua essência e no seu caráter. Hoje renasço, corto e arranco os defeitos da minha alma, te abandono definitivamente, para replantar em mim, o que foi devastado por ti, uma vida inteira.
Mas sejas feliz!
Com carinho
Margarida”






Conto de Vanessa P. @ Escritora
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

6 comentários:

  1. Muito bom mesmo, é para refletirmos muito, parabens

    ResponderExcluir
  2. Um bom conto de fundo psicológico. Ps.Tem um selo comemorativo dos 300 seguidores do artes e escritas esperando por você : http://selosarteseescritas.blogspot.com/2011/08/300-wwwarteseescritasblogspotcom.html
    Um abraço, Yayá

    ResponderExcluir
  3. Olá Yayá!

    Adorei o selinho, obrigada!

    Bjao

    ResponderExcluir
  4. Caramba adorei o que a mulher fez,que final perfeito, eita homem chucro e infeliz, vai sofrer sozinho a vida toda por não ver seus erros.

    ResponderExcluir
  5. Maravilha!!!!

    Muitas mulheres devia ler para
    que pudessem conquistar o que
    de bom tem a vida pra nos oferecer
    Com certeza através dos olhos de
    outros que vemos nosso caminho
    Belo e fantástico texto!!

    ResponderExcluir
  6. Com certeza a Pati sabe o que fala sensacional o final é dez em Vanessa parabéns.

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações