Envelhecer

Olá Pessoal!
 Você tem medo de envelhecer?
 A gente nasce, cresce, quando chega na adolescência, não vê hora de chegar aos 18 anos.
 Mas ainda é pouco, precisamos ter a maioridade total, então os 21 logo se faz presente.
 Mas fazer 25 é tão bonito, é a partir desta idade que estamos começando a amadurecer e compreender melhor as coisas da vida.

 Nem percebemos e já chegamos aos 30, 35, 40, como passou rápido, nos olhamos no espelho e nossa figura começa a mudar, algumas rugas já surgiram, muitas linhas de expressão, olheiras, até os cabelos não são mais os mesmos, foram se perdendo ao longo da estrada da vida.

 Nosso corpo também já não é mais o mesmo, nesta fase deixamos de nos preocupar um pouco com ele, 45, 50, 55, passou voando mais rápido ainda, nesta fase os filhos já cresceram e chegaram os netos.
 Os cabelos os que restaram é claro, já estao totalmente brancos, mas nada que uma tintura não resolva.
 Entre um momento e outro, me pego olhando as fotos do passado, neste instante me surpreendo com tantas mudanças físicas, observo as fotos atentamente, vejo nas fotos alguém que não existe mais, um rosto bonito que ficou esquecido no tempo, mas vivo nas lembranças.
 Paro e penso, porque será que temos que envelhecer?
 Porque temos várias caras ao longo da vida, uma quando somos crianças, outra na adolescência, outra com 25, outra com 50, e a mais temerosa, a da fase dos 70.
 Porque será que passamos por tantas transformações, temos que perder o vigor da juventude, para adquirirmos o cansaço exaustivo do corpo, e a mente que também não ajuda mais.
 Quando chegamos nos 80, 85, voltamos a ser novamente criança, voltamos ao inicio de tudo.
 Caros Leitores, fiz este texto baseado em um dos meus "medos", o de envelhecer, quando penso neste assunto, confesso que meu medo não é apenas "envelhecer", por saber que meu corpo passará por uma grande transformação física, e sim pelas consequências que a velhice traz, como tantas enfermidades.
 Um idoso saudável é o desejo de todos, e para que isso aconteça, temos que adquirir hábitos saudáveis, ainda enquanto somos jovens, cuidando do corpo e da mente simultaneamente, para que sejamos idosos saudáveis e capazes.
 Conheço muita gente jovem que parece idosa, e muita gente idosa que parece jovem, na verdade a idade do corpo, não tem nada a ver com a idade da alma, o corpo físico é somente uma casca, uma roupagem, pois a alma não envelhece e não perece como o corpo, a alma é eterna.

 Baseado nisto, entendo que é preciso saber viver cada fase de nossa vida, é preciso compreender as mudanças, é preciso compreender o amadurecimento, é preciso compreender, que ficar "velho", é preciso. Penso que se Deus nos deixasse eternamente jovens, jamais entenderíamos o significado da vida, ficaríamos presos ao egocentrismo e ao narcisismo, as transformações do corpo nos mostra, que é preciso mudar constantemente pra melhor, pra evolução, e para haver evolução é preciso transformação.

Saudações a todos! Texto de @ Escritora
Comente pelo Blogger
Comente pelo Facebook
Comente pelo Google+

10 comentários:

  1. Como vc tbm tenho medo da velhice
    Meu medo é depender dos outros,e
    não de ficar velha.Cada ciclo de
    nossa vida a gente aprende,uma coisa..e com ela nossa força é
    fumdamental.Td muda,o que precisamos
    na verdade,é saber levar pra não sofrer.Até onde cheguei estou bem
    Não sei depois como vai ser!
    Mas envelhecer com saúde é bom!

    ResponderExcluir
  2. Não tenho medo de envelhecer, quando olho meu pai, vejo os cabelos brancos dele, sua experiencia que sempre me ajuda, desejo ficar igual. Claro saúde é fundamental, uma mente sã.

    ResponderExcluir
  3. Desculpe esqueci de dizer, o blog esta lindo, parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Amigos, fico feliz que tenham gostado do blog, tudo o que escrevo é com muito carinho, sejam sempre bem-vindos!

    ResponderExcluir
  5. Tenho medo de me perder, ficar sem lembranças ter uma doença como alzeimer, mas ai nem precisa ser velho não é mesmo isso pode acontecer com qqr um em qqr momento. Mas da velhice em si não tenho medo. É o natural.

    ResponderExcluir
  6. Estou com 66 anos muito bem vividos, sofri muito, ri, muito, perdi, ganhei, não voltaria atrás se pudesse, porque cada experiencia foi fundamental, e até que sou uma senhora charmosa, rsrs

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Dileta Amiga:

    Agradeço muitíssimo pela Tua visita pelo meu blog Retalhos do Modernismo.

    Perambulei pelo Teu Blog: Maravilha.

    Sobre o assunto pauta desta Tua postagem, permita-me a ousadia, mas fui impelido a comentá-la com um poeta. Não tenho mais na lembrança a data exata, mas foi concluído em 2001, quando completei 50 anos.

    NO DESFECHO DA IDADE...

    No desfecho da idade...
    a saudade da antiguidade.
    No desfecho da idade...
    a vontade da jovialidade.
    No desfecho da idade...
    o abandono da sexualidade.
    No desfecho da idade...
    o estrangulamento da fertilidade.
    No desfecho da idade...
    a neutralidade da sinceridade.
    No desfecho da idade...
    a diminuição da capacidade.
    No desfecho da idade...
    o excesso de bestialidade.
    No desfecho da idade...
    o medo da humanidade.
    No desfecho da idade...
    a ânsia de fraternidade.
    No desfecho da idade...
    o desprezo pela atividade.
    No desfecho da idade...
    a angústia pela assiduidade.
    No desfecho da idade...
    a carência de disponibilidade.
    No desfecho da idade...
    a luta pela continuidade.
    No desfecho da idade...
    o apego à religiosidade.
    No desfecho da idade...
    a concretização da fidelidade.
    No desfecho da idade...
    o esquecimento da idade.
    No desfecho da idade...
    a aversão pela mortalidade.
    No desfecho da idade...
    a esperança pela eternidade.
    No desfecho da idade...
    a volta à natalidade.
    No desfecho da idade...
    a idade da felicidade.

    -x-x-x-x-

    Abraços Terno e Fraterno, e:

    "ESTEJA E SEJA E FIQUE FELIZ!"

    Luiz de Almeida & blog Retalhos do Modernismo - http://literalmeida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Luiz,

    Estou encantada com seu poema, é maravilhoso. É uma honra tê-lo em meu blog.

    Abçs

    ResponderExcluir
  10. Acho que a velhice causa medo
    sim,dependendo de como ela vem
    chegando ..mas vendo algumas
    pessoas que envelhecem sem algum
    problema a gente se conforma um pouco Mas eu tenho um pouco de medo
    dela !

    ResponderExcluir

É um prazer tê-lo(a) aqui, comente, se expresse!

Deixe-me que Te Leia...


Voltem sempre e saudações a tod@s!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Não posso, não quero e não vou fugir do que sou, sou a soma de todos os meus atos, sou o resultado de tudo que fiz e vivi, e vivendo na intensidade de mim, me tornei única!



Vanessa Palombo

Categorias

Arquivo

Visualizações